CORDEL/POESIA – “A mãe cata piolho num sambudinho”…DOMINGO NOS ARREBALDES – Por João Roberto Maciel Aquino.

DOMINGO NOS ARREBALDES

 

(Aquarela de Nerival Rodrigues) - pelada de futebol (Google)

 

 

 

A mãe cata piolho num sambudinho,

Um vira-lata coça a sarna na calçada,

Colchões ao sol pra tirar cheiro de mijada,

Boteco aberto a espera do papudinho,

Um porco fuça a lama do meio do caminho,

A fuxiqueira se debruça na janela,

Fala do mundo e o mundo inteiro fala dela,

Uns peladeiros pulam o muro da escola,

Catam as pedras, fazem as traves, trazem a bola,

Amanheceu. Hoje é domingo na favela.

 

Acorda o velho, olhos cheios de remela,

Vai ao quintal, lava o rosto, escova a chapa,

Toma café com pão, bolachas sete capas,

Um molequinho toma banho numa gamela.

A cozinheira areia um monte de panelas

Pra preparar um cozinhado de feijão,

Arroz e carne guisada pro pirão,

Tempera a carne pro churrasco, trata o frango,

Hoje é domingo, tem que caprichar no rango,

Domingo é dia de confraternização.

 

Já se ouve gente afinando um violão,

Que vai juntar-se ao cavaco e o pandeiro,

Pra formar roda de samba no terreiro

Com tamborim e surdo na marcação.

Providenciam a cachaça e o limão,

Cobrem com gelo a cerveja do isopor,

Trazem as caixas de som do Agenor,

Acendem logo o carvão da churrasqueira.

Dê cá um copo que eu vou tomar a primeira,

Hoje se cura a tristeza, se esquece a dor.

 

Deixa morena, a roupa no quarador

E vem pra roda balançar essas cadeiras.

No teu balanço se balança a rua inteira

E faz o velho lembrar o bom que passou.

Faz outra cota que a cerveja acabou.

Daqui a pouco vou ver meu time jogar.

Depois do jogo vou pra casa descansar,

Dar um cochilo, me curar da bebedeira,

Trabalhar duro durante a semana inteira

E esperar outro fim de semana chegar!

 

 

João Roberto Maciel de Aquino

Compartilhe esse texto com seus contatos:

5 Responses to CORDEL/POESIA – “A mãe cata piolho num sambudinho”…DOMINGO NOS ARREBALDES – Por João Roberto Maciel Aquino.

  1. JONILSON disse:

    Muito bom João! Essas situações são engraçadas e muito reais no nosso cotidiano. Parabéns!

  2. Zica de Louro/carlaodobrega disse:

    Meu querido joão,vc. continua acabando comigo. Cada vez que leio teus causos, viajo em minha imaginação,e revivo momentos inesquecíveis que passamos na nossa querida CAESA. PARABÉNS, CONTINUE FIRME, pois viajo sempre à Sanharó quando leio vc.

  3. José Nilson disse:

    Fantástica! Conheço um bocado de situações dessa. Valeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *