SAÚDE E BEM ESTAR : EVITE OS TRANSTORNOS ALIMENTARES E VEJA AS DICAS DE ALIMENTOS PARA O VERÃO. – ENTREVISTA COM O ENDOCRINOLOGISTA ANDRÉ R SOARES MUNIZ.

Dr. André Muniz, endocrinologista ,

nos fala um pouco sobre transtornos

alimentares, e dá dicas de dietas para

o verão.Veja!

 

Dr. André Richarde Soares Muniz - Médico/Endocrinologista.

 

 

Dr. André Muniz, Endocrinologista, especialista em diabetes, osteoporose,doenças da tireóide e obesidade nos fala sobre transtornos alimentares, seus sintomas e dar dicas sobre dietas para o verão. Confira!

Janeiro mês de férias e verão é comum ocorrer um aumento na procura por dietas, o que em alguns casos acabam por gerar transtornos alimentares. Quais são os principais sinais para se perceber a existência de um transtorno alimentar?

A fome é uma resposta normal do nosso organismo e portanto devemos entendê-la com um “sinal” para repor energia ao nosso corpo. Quando começamos a apresentar fome mesmo após um período curto da última refeição ou então não sentimos necessidade de comer mesmo depois de um jejum prolongado, isso deve alertar-nos que algo não está bem conosco.

Quais as implicações relacionadas à falta e ao exagero na alimentação?

As necessidades do nosso corpo são controladas pelo metabolismo de modo a não faltar energia para as diversas reações que ocorrem no organismo humano. Se a reposição de energia ocorre numa quantidade menor que a necessária, teremos que utilizar nossas reservas de proteínas e gorduras, ocasionando a desnutrição proteico-calórica. Se nos alimentamos além do necessário, o que é comum nas férias, nosso organismo vai então armazenar as calorias em excesso, principalmente na forma de gorduras, ocasionando o Sobrepeso e a Obesidade.

A busca da perfeição estética ou o controle da saúde: o que pesa mais para os jovens que o procuram para a realização de um tratamento endocrinológico?

A nossa demanda no dia a dia do consultório mostra pessoas preocupadas em não adoecer, na maioria dos casos, no entanto a questão estética também se faz presente o que entendemos não ser nenhum mal desde que não se recorra a métodos ilícitos como os anabolizantes.

Diante dos seus pacientes e da sua experiência acadêmica e profissional, como você vê a obesidade na adolescência?

Infelizmente temos observado um número cada vez maior de crianças e adolescentes com Sobrepeso/Obesidade, fato esse que se repete em vários outros países. Diversos fatores estão contribuindo para essa “epidemia” da Obesidade mas sem dúvida os maus hábitos alimentares e o sedentarismo são os principais causadores da situação atual.

A mídia e alguns conceitos que vão desde moda ao estético incentivam a magreza. No consultório como esse desejo é encarado e melhorado?

Nesse aspecto o mais importante é mostrar ao indivíduo o quão saudável ele se encontra pois isso pode desencorajá-lo a buscar tratamentos desnecessários e muitas vezes até arriscados.

Na sociedade do consumo que vivenciamos, o fast-food é febre, e segundo dados estatísticos é um dos pratos principais da alimentação do jovem. Seria este descontrole na alimentação um dos fatores da obesidade?

Com toda certeza o consumo excessivo de calorias e gorduras saturadas, encontradas facilmente nesses alimentos, é um fator crítico no desenvolvimento da Obesidade, ou seja, há uma quebra na relação de oferta e gasto energético que propicia ao organismo acumular mais energia do que necessita.

Somado a obesidade sempre existem outras doenças que acabam vindo na bagagem, nos fale um pouco sobre Síndrome de Cushing que está se tornando cada vez mais comum.
A Síndrome de Cushing é uma doença causada pelo excesso de Cortisol no organismo, decorrente de uma produção aumentada (endógena) ou de uso excessivo de medicações a base de corticosteróides. A Obesidade é consequência desse descontrole hormonal assim como a Hipertensão arterial que também decorre do mesmo problema nesses casos.

Para encerrar Dr. André Muniz, você gostaria de dar mais alguma dica para os internautas que pretendem seguir uma dieta neste verão?

Gostaria de lembrar aos amigos internautas que procurem adotar um programa de mudança de estilo de vida, ou seja, não adianta apenas deixar de comer ou passar horas e horas nas academias, é preciso criar novos hábitos alimentares, melhorando gradativamente a qualidade da sua alimentação, inserindo nutrientes diferentes daqueles que está acostumado a usar, como as fibras por exemplo, ter atenção como o uso de líquidos no decorrer do dia procurando evitá-los durante as refeições, buscar uma atividade física prazerosa e que se torne regular, pelo menos três vezes por semana, sempre tendo os cuidados com roupas e calçados adequados e enfim sabendo aproveitar o que a vida nos dá de melhor. Então, lembrem-se: ” É preciso saber viver ” !!!

Da Redação Caruaru 360graus/Publicado no Jornal Vanguarda.

Compartilhe esse texto com seus contatos:

2 Responses to SAÚDE E BEM ESTAR : EVITE OS TRANSTORNOS ALIMENTARES E VEJA AS DICAS DE ALIMENTOS PARA O VERÃO. – ENTREVISTA COM O ENDOCRINOLOGISTA ANDRÉ R SOARES MUNIZ.

  1. André Muniz disse:

    Obrigado meu caríssimo Carlão do Brega … sinto-me honrado e lisonjeado também pela sua amizade e pelo carinho habitual que tem conosco. O sucesso a que o amigo se refere é resultado de esforços mútuos, meus e de toda minha família pois sem eles e os grandes amigos, como você, que nos rodeiam não teria significado algum.

  2. CARLAODOBREGA/ZICA disse:

    PARABÉNS DR. ANDRÉ,VC NÃO IMAGINA O QUANTO É PRAZEROSO PRA ME, E TENHO CERTEZA, PRA TODA NOSSA CIDADE, O SEU SUCESSO PROFISSIONAL.QUE DEUS TE ILUMINE SEMPRE, QUE SEJA SEMPRE ESSE PROFISSIONAL ATENCIOSO, COMPETENTE E ACIMA DE TUDO, AMIGO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *