PESQUEIRA EM 02 MOMENTOS : MORRE O EX VEREADOR RAIMUNDO BEZERRA. – Editoria Política

Ex-vereador Raimundo Bezerra é

sepultado em Pesqueira

 

 

De personalidade forte, o ex-vereador e agropecuarista Raimundo Bezerra da Silva, fez história na política pesqueirense. Foi presidente da câmara pelo extinto Partido da Frente Liberal (PFL) entre 1989 e 1992, na época do governo João Leite. Na legislatura anterior (1982 a 1988), no primeiro mandato de Evandro Maciel Chacon (na época do PFL), foi personagem de um dos fatos políticos mais inusitados de Pesqueira e de Pernambuco: era um dos três irmãos que se elegeram vereadores e tinha que se confrontar na tribuna da Casa Anísio Galvão com o próprio sangue. Raimundo, Bonifácio e Daniel Bezerra, filhos de Zé Novo, foram os três irmãos que se elegeram numa mesma legislatura, caso nunca ocorrido na história da política brasileira. Raimundo pelo PDS, Bonifácio pela sublegenda PDS II e Daniel pelo PMDB. “A convivência era democrática. Eram amigos, mas defendiam ideais diferentes”, explica Danielzinho, filho de Daniel e sobrinho de Raimundo.

Raimundo de Zé Novo, como era mais conhecido, após duas vitórias seguidas (entre os anos de 1982 a 1992), perdeu espaço político e deixou de lado a vida pública. Dedicou-se, neste ínterim, ao negócio agropecuário. Radicou-se por alguns anos em Mato Grosso e visitava o município vez por outra. Recentemente, voltou a Pesqueira e filiou-se ao Partido Verde (PV), cuja legenda seria suporte da candidatura a vereador que defenderia em outubro deste ano.

Lutava bravamente contra o câncer, mas não resistiu às complicações do mal e veio a falecer na última segunda-feira, dia 06 de fevereiro, em Arcoverde. O sepultamento ocorreu na terça-feira, dia 07, no cemitério de Pesqueira e o cortejo foi acompanhado por milhares de pessoas e autoridades, inclusive a prefeita Cleide Oliveira, o vice Vambrug Sá e colegas vereadores. A câmara de vereadores decretou luto oficial por três dias.

Pesqueira:

vereador Erisvaldo Guedes

luta pelo mandato

 

Vereador Eris Guedes.

 

Recluso desde ontem, dia 08, no presídio Desembargador Augusto Duque, em Pesqueira, o vereador Erisvaldo Guedes de Carvalho (PP) está calmo e espera que “a Justiça seja feita” para ganhar a liberdade. A informação foi dada pelo irmão dele, o ex-vereador Eraldo Guedes, que hoje (quarta-feira) procurou a Câmara de Pesqueira em busca de informações jurídicas para tentar solucionar o caso. Eraldo informou que advogados trabalham na tentativa de libertar o vereador nas próximas horas.

A Polícia Civil de Pesqueira, com o apoio da Polícia Militar, cumpriu nesta quarta-feira ao meio-dia um mandado de prisão preventiva, expedido contra o vereador, que é primeiro-secretário da Câmara Municipal de Pesqueira. O delegado titular de Pesqueira, Luiz Bernardo Moraes, que comandou a operação, informou a um blog local que o vereador foi condenado em segunda instância no Tribunal de Justiça de Pernambuco, incurso no artigo 129 § 2º, Inc. I, III e IV do Código Penal Brasileiro, por lesão corporal gravíssima.

O delegado informou ainda que os policiais após tomarem conhecimento do mandado fizeram campana em frente à câmara de vereadores e depois próximo da residência do vereador. Após terem a certeza do mesmo estar em casa, realizaram a prisão do político, que está à disposição da justiça local. A pena imposta pela justiça é de seis anos de reclusão em regime semiaberto e ficará a critério do Juiz da Vara de Execuções Penais de Pernambuco, a forma como o imputado irá cumprir a pena.

De acordo com informações da Assessoria Especial da Câmara de Vereadores de Pesqueira, baseadas na Lei Orgânica do Município, de abril de 1990, “pode perder o mandato o vereador que sofrer condenação criminal em sentença definitiva e irrecorrível”, o que não é o caso de Eris Guedes. Mas a notícia caiu como uma bomba nos meios políticos de Pesqueira, uma vez que não é primeira vez que o vereador tem seu mandato ameaçado. Eris Guedes responde também a uma investigação por infidelidade partidária, quando trocou o PSDB pelo PP.

Já uma fonte, que preferiu não se identificar, informou que, confirmada a condenação de Eris Guedes, qualquer vereador poderá solicitar a instauração de um Requerimento de Cassação por Quebra de Decoro Parlamentar, que pode ou não ser aceita e avaliada pela presidência da câmara. A fonte lembrou ainda que “nenhum funcionário público pode exercer o cargo tendo condenação criminal”. O Presidente da Casa Evandro Junior informou, através de sua assessoria, que só vai se pronunciar sobre o caso após ouvir o Departamento Jurídico da Câmara de Vereadores de Pesqueira.

O vereador é acusado de, em 1998, desferir um tiro contra um amigo depois de uma discussão numa bebedeira. Após a confusão, a vítima permaneceu hospitalizada por meses e ficou até hoje com sequelas irreparáveis.

Compartilhe esse texto com seus contatos:

3 Responses to PESQUEIRA EM 02 MOMENTOS : MORRE O EX VEREADOR RAIMUNDO BEZERRA. – Editoria Política

  1. lurdinha bezerra alves disse:

    Meus sentimentos pela perca de Raimundo, um ser humano extraordinario, pessoa de sentimento nobre e amado por todos nos. Mamãe gostava e tinha um grande respeito por ele. Ela e irmã de tio Zezinho de Melo, já falecido. Moramos em São Paulo, e ficamos triste por saber do falecimento de Raimundo.
    abraços.

  2. Dom Pablito disse:

    Raimundo Bezerra da Silva Júnior
    juniorbezerra01@gmail.com
    189.65.177.226
    Enviado em 12/02/2012 as 8:08 pm

    Caro Colega:
    Em nome da família bezerra agradeço a matéria veiculada em seu blog e, em meu nome e como filho mais velho de Raimundo agradeço as referências solidárias que Vossa Senhoria fez àquele que partiu mas deixou vários ensinamentos, os quais não deixaremos de seguir.
    Raimundo Bezerra da Silva Júnior (Júnior de Raimundo de Zé Novo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *