JUSTIÇA : PROCRASTINAR O MENSALÃO É O CAMINHO PARA DESMORALIZAR O SUPREMO. (*)

O caminho mais longo para o

julgamento do mensalão é também

o atalho mais curto para a

desmoralização do Supremo

 

 

Revisor do processo do mensalão, que se arrasta no Supremo Tribunal Federal desde agosto de 2007, o ministro Ricardo Lewandowski ainda não concluiu o parecer que começou a ser digitado em dezembro, mas está pronto na cabeça há cinco anos. Relator do pedido de inquérito contra o senador Demóstenes Torres, precisou de algumas horas para autorizar a solicitação da Procuradoria Geral da República e determinar a quebra do sigilo bancário do parlamentar goiano. Surpreendido pela demonstração de agilidade, o Brasil decente sente-se à vontade para exigir, como registrei no comentário de 1 minuto para o site de VEJA. que o revisor Lewandowski trabalhe com a mesma rapidez do relator Lewandowski.

Como sabem até os cabides das togas, os 38 mensaleiros só se sentarão no banco dos réus ainda em 2012 se o ministro terminar o serviço até 15 de maio. Ultrapassada essa data, os 38 envolvidos com a organização criminosa chefiada por José Dirceu só serão julgados em 2013. É com isso que sonham os protagonistas do maior dos escândalos do Brasil republicano, que seriam presenteados com três motivos para dormir sem sobressaltos.

Primeiro: o governo e a base alugada escapariam do desgaste provocado pela exumação, em plena temporada eleitoral, das incontáveis delinquências promovidas por pecadores da aliança governista envolvidos na roubalheira colossal. Segundo: os meliantes teriam consideravelmente ampliada a chance de beneficiar-se do mecanismo da prescrição. Terceiro: atingidos pela aposentadoria compulsória, os ministros Cezar Peluso e Ayres Britto estariam fora do julgamento. Gente com culpa no cartório não se dá bem com juízes que votam de acordo com fatos.

Nas páginas amarelas de VEJA, Ayres Britto, que assumirá neste 19 de abril a presidência do STF, deixou claro que só falta o parecer do revisor para que o caso chegue ao desfecho. Lewandowski pode votar como quiser. Pode absolver os chefes da quadrilha “por falta de provas”. Pode enfileirar pretextos para explicar o inexplicável. Pode até tentar induzir o restante do STF a “amaciar para Dirceu”. Mas não tem o direito de retardar o epílogo de uma história que começou há sete anos.

Como informa o texto sobre a a campanha batizada de “Missão Ampulheta”, publicado na seção Feira Livre, Lewandowski logo saberá oficialmente que os brasileiros decentes têm pressa. É preciso obrigá-lo a cumprir seu dever. É preciso, sobretudo, alertá-lo para o tamanho do perigo: quem conduz um processo pelo caminho mais demorado acaba descobrindo que percorreu o atalho mais curto para a desmoralização do Supremo.

(*) Blog Augusto Nunes/Direto ao Ponto

Compartilhe esse texto com seus contatos:

2 Responses to JUSTIÇA : PROCRASTINAR O MENSALÃO É O CAMINHO PARA DESMORALIZAR O SUPREMO. (*)

  1. Não sei como o estimado DOM PABLITO vai receber este breve comentário, “cuspindo fogo” que tentarei digitar, agora…… Sensibilizado com a matéria supra, do “Blog Augusto Nunes/Direto ao Ponto”, em que pese tratar-se de referência ao SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, encontrei dentro de mim pedaços de civilidade para formular o mais veemente protesto contra essa descida alucinante que o povo do Brasil está escalando, em direção ao fosso, à fossa, da desmoralização por que jamais passou: de cima para baixo! O Brasil ordinário de hoje, é o mais sórdido que poderia ser porque seu perfil de mau exemplo moral, não está sendo pintado,ou “pichado” por ladrões de galinha nem batedores de carteira ou por ladrões de cavalo… Não! O perfil da Nação imunda e enlameada, moralmente, de hoje, está sendo pincelado pela cúpula do Brasil, do Povo e do Governo! Não há detentor de Poder, de Força e de Patrimônio, hoje, no Brasil, que não seja um TUDO O QUE NÃO PRESTA em MORAL, apontem um que escape disso! Não há!Haveria uma exceção, para confirmar a regra…Mas, a nossa
    queda é tão grande que nem o STF, imaginem, nem o SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL escapa, no Brasil atual, da degeneração, da suspeita, da parcialidade. Está aí! Enquanto não houver uma REVOLUÇÃO de verdade, o Brasil será a sargeta mais deplorável que borrifa “merda”, mundo afora.

    Pois bem, eu escrevi durante mais de 1 hora, sobre este assunto e, quando estava digitando as últimas palavras, de lamento e de dor, cívicas, SUMIU TUDO…. e não recuperei… Por quê? Fica assim…. mais um motivo de tristeza… Fernando Valença.

    Caraúbas,/*.Abril.2012

    • Dom Pablito disse:

      Caro FV. Que bom tê-lo de volta. Há dias que sentimos sua falta, tanto nas postagens como nos comentários. Creio que nada se perdeu. O seu desabafo em forma de comentário é uma tal qual a incredulidade do articulista do texto. Concordo literalmente com a sua assertiva de que as coisas estão piorando. Moralmente vai feito a cantiga da perua; “de pior a pior” (ditado antigo).

      Tenho buscado textos mais atualizados com a realidade. Muitos ou alguns me criticam, dizendo que “elitizo” as nossas matérias. Pode até ser. Se elitizar é procurar está atento ao que anda ocorrendo, vamos continuar nessa linha.

      Fernando. Poucos aqui escrevem com a sua garra. Provocado, então, nem se fala. Tomo o seu comentário como um resumo cáustico de uma abordagem feroz de um homem inteligente, porém, ferido ou achando-se enganado esbraveja veementemente e, tenha certeza, seu grito fala por muitos.

      Agradeço-lhe, sempre, como se fora a primeira vez que aqui escreve. Contundente. Justo. magoado. Revolucionário!

      Dom Pablito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *