Daily Archives: 16 de janeiro de 2013

O POETA, A POESIA e a sua HOMENAGEM: Sua Majestade A ÁGUA – Por Robson Maciel Aquino.

Sua Majestade : A Água

 

Menina brincando na chuva...O poeta saudando a água.

Menina brincando na chuva…O poeta saudando a água.

 

Um azulão animado
Vai construindo seu ninho
Nas asas de um passarinho
A gota vai se infiltrando
Bem devagar, se arrastando
Até se despendurar
Do alto se atirar
De encontro a terra rachada
Que em meio a gargalhada
Agradece o seu molhar

Uma cigarra cantando
Um fogo acesso e suas brasas
lumiam o canto da casa
Ferreiro dando estralo
O relinchar do cavalo
A carreira d’um garrote
Rudia aparando o pote
Intupidin de água fria
A chuva é vida, alegria
Sem ela, tristeza e morte

Abelha fazendo mel
seguindo a sua rainha
Cinco cuias de farinha
Secando enquanto houver sol
Patativa, rouxinol
Disputam a melhor canção
De vez enquanto um trovão
Estremecendo o telhado
Pendão de milho agitado
Faz sombra viva no chão

Um rio correndo livre
Indo de encontro ao mar
A flor do maracujá
Dá vida à cerca de varas
O fogo numa coivara
Uma casa de sapé
A mão que lança com fé
A semente ao chão jogada
Uma fumaça agitada
Saindo da chaminé.

 

*Autor: Antonio Robson Maciel Aquino

NOTA DO BLOG

Depois de longo e tenebroso inverno eis que ressurge das cinzas o nosso poeta, cordelista, contista e romancista – Antonio Robson Maciel Aquino e a sua verve em forma de estrofes. Seja bemvindo companheiro e grande colaborador. Restabeleça-se esse contato imediato de primeiríssimo grau.

Você nunca mais há de nos faltar. É a “praga” que lhe rogo.