Daily Archives: 17 de janeiro de 2013

BRASIL TEM O MAIOR PROGRAMA ASSISTENCIALISTA DO MUNDO – Bolsa Família*

Bolsa Família paga R$ 21,1 bilhões e bate recorde em 2012

 

Fila de cadastramento do Bolsa Família em Recife (Alexandro Auler/Jornal do Comércio)

Fila de cadastramento do Bolsa Família em Recife (Alexandro Auler/Jornal do Comércio)

É o maior montante pago desde a criação do programa; especialistas destacam, porém, que renda não funciona como forma de acabar com a pobreza

Um dos programas vitrine do governo federal, o Bolsa Família teve execução orçamentária recorde no ano de 2012, desembolsando 21,1 bilhões de reais – o maior montante desde que o programa foi criado, há nove anos. Segundo levantamento da ONG Contas Abertas, o valor pago no ano das eleições municipais representa um crescimento de 15,3% em relação aos 18,3 bilhões de reais pagos em 2011 (em valores atualizados pelo IGP-DI, da Fundação Getúlio Vargas). Comparadas as evoluções anuais em porcentagem, esse é o segundo maior aumento de um exercício para o outro desde 2006.

Criado por medida provisória em outubro de 2003 para suplantar o fracasso do Fome Zero, o Bolsa Família começou atendendo a 3,6 milhões de famílias, ao custo de 3,3 bilhões de reais. Em 2012, foram atendidas 13,9 milhões de famílias, segundo o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). São contempladas as famílias em situação de pobreza (com renda familiar per capita de 70,01 a 140,00 reais) e de extrema pobreza (renda familiar per capita de até 70 reais). Estima-se que 16 milhões de pessoas vivem em extrema pobreza no Brasil.

LEIA MUITO MAIS:

Bolsa Família paga R21,1 bilhões e bate recorde em 2012

LEIA TAMBÉM:

Com mais dinheiro, educação decepciona
Entre as promessas para educação, nem tudo funciona

Bolsa Família ajuda a educação, mas carece de eficiência

*Fonte: Veja

EXAME DA OAB APROVA SOMENTE 16% DOS CANDIDATOS INSCRITOS*

IX Exame da Ordem registra apenas 16% de aprovação

oab exame da Ordem

 

 

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgou a lista definitiva dos aprovados na prova objetiva do IX Exame de Ordem Unificado, já incluindo o resultado dos recursos que foram interpostos. Do total de 114 mil inscritos que fizeram a prova da primeira fase, apenas 19 mil foram aprovados, o que representa aproximadamente 16%. Obtiveram aprovação nesta etapa os candidatos que acertaram 50% do total de 80 questões.

De acordo com informações do portal G1, o presidente da OAB, Ophir Cavalcanti, reconheceu que a prova da primeira fase do IX Exame de Ordem foi “mais dura” se comparada às dos anos anteriores, mas atribui a alta reprovação à má qualidade dos cursos de Direito. “É necessário combater as causas e haver uma fiscalização maior por parte do MEC. Se os cursos não começarem a ser fechados, vamos continuar a ter esses reflexos assustadores.”

Segundo Ophir Cavalcanti, a OAB faz uma “calibragem a cada exame”, mas, às vezes, o número de perguntas mais difíceis acaba sendo maior. Porém, de acordo com ele, o exame não fugiu ao programa. “Não quero crer que este seja um índice recorde de reprovação para a primeira fase, mas é um resultado bastante negativo”, afirma. O presidente da OAB reforça que a média de aprovados final deve se manter nesta edição também, ou seja, ficar entre 15 mil e 20 mil candidatos.

Leia muito mais, inclusive, a LISTA DE APROVADOS:

 

OAB registra 16% de aprovação na prova objetiva do IX Exame da Ordem

OAB-AM diz que é preciso repensar ensino do Direito no estado

*Fonte: Consultor Jurídico