Brasil/Obra Parada: Acreditem – Transnordestina no Piaui já consumiu 1 bilhão e está abandonada *

 

 

 

Obra de ferrovia no Piauí já

consumiu R$ 1 bilhão, parou e vai

atrasar 6 anos

 

Estrutura da ferrovia no sertão do Piauí está abandonada com paralisação da obra (Foto: Patrícia Andrade/G1)

Estrutura da ferrovia no sertão do Piauí está abandonada com paralisação da obra (Foto: Patrícia Andrade/G1)

 

 

 

 

Orçamento da obra saltou de R$ 4,5 bilhões, em 2007, para R$ 7,5 bilhões.Transnordestina foi prometida para 2010, mas a nova previsão é para 2016.

 

 

As obras da ferrovia Transnordestina no sertão do Piauí, que já consumiram R$ 1,075 bilhão e deveriam ter sido entregues em 2010, estão paralisadas e abandonadas desde setembro de 2013, quando o contrato entre a concessionária Transnordestina Logística S/A (TLSA) e a construtora Odebrecht foi rescindido. O valor investido no trecho piauiense corresponde a mais de dois terços do total de R$ 1,456 bilhão previsto após um recente financiamento complementar feito pelo governo federal.

G1 visitou trechos da ferrovia em obras nas cidades de Paulistana e Curral Novo do Piauí e não viu trabalhadores ou máquinas em ação. O nome da empreiteira contratada para o trabalho já não consta mais nas placas.

transnordestina 2 obra paradatransnordestina obra parada 3

mapa da transnordestina atualizado

Segundo o Ministério dos Transportes, foram executados apenas 42% dos trabalhos de infraestrutura e 35% das obras de arte especiais – pontes e viadutos – nos 420 quilômetros da linha entre as cidades de Eliseu Martins (PI) e Trindade (PE).

O orçamento total para a construção nos três estados saltou de R$ 4,5 bilhões, em 2007, para R$ 7,5 bilhões, em 2013.G1 procurou a Transnordestina Logística S.A. por telefone e e-mails entre os meses de novembro e dezembro do ano passado, mas a empresa não detalha o que já foi feito no trecho com o dinheiro. O Tribunal de Contas da União disse que não encontrou irregularidades até o momento.

A ferrovia começou a ser construída em junho de 2006, no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e deveria ter ficado pronta quatro anos depois, ao final do mandato. De acordo com o governo federal, o projeto prevê 2.304 quilômetros de ferrovia, beneficiando 81 municípios – 19 no Piauí, 28 no Ceará e 34 emPernambuco.

O atraso na conclusão da ferrovia Transnordestina prejudica a expansão do agronegócio e da mineração no Piauí, que vê nesse empreendimento a chance de potencializar o transporte de cargas, escoando grãos e minérios até o mar a custos mais baixos. O estado já tem ferrovias que vão até os portos de Pecém (CE) e Itaqui (MA), mas a Transnordestina ligaria as regiões de agronegócios e de mineração ao porto de Suape (PE).

Inicialmente, a ferrovia seria construída pelo governo federal, mas por falta de verba e a entraves burocráticos, o projeto foi entregue para a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), que criou a empresa Transnordestina Logística S.A. (TLSA) para ser concessionária da obra. O governo federal então firmou compromisso de garantir financiamentos de bancos e órgãos públicos. Já os estados envolvidos ficaram responsáveis pelas desapropriações.

Leia a Íntegra:

Folha Política /  http://www.folhapolitica.org/2014/02/obra-de-ferrovia-no-piaui-ja-consumiu-r.html

* Fonte: G1/Piauí

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe esse texto com seus contatos:

One Response to Brasil/Obra Parada: Acreditem – Transnordestina no Piaui já consumiu 1 bilhão e está abandonada *

  1. Parabens! Gostaria de agradecer o fato de voce ter escrito isso, pois me ajudou bastante com a minha pesquisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>