Copa 2014: Evento será “uma fonte de angústia”. Diz Revista Francesa *

Revista francesa projeta Copa do Mundo de 2014:

“Medo do Mundial no Brasil”

 

A publicação tem em sua capa a frase “Medo do Mundial no Brasil” e cita os atrasos na entrega dos estádios, a insatisfação da população...

A publicação tem em sua capa a frase “Medo do Mundial no Brasil” e cita os atrasos na entrega dos estádios, a insatisfação da população…

Segundo a France Football, o evento realizado pela Fifa no país, se tornou “uma fonte de angústia”

A revista France Football publicou análise dos riscos que pairam sobre o Mundial do Brasil. A publicação tem em sua capa a frase “Medo do Mundial no Brasil” e cita os atrasos na entrega dos estádios, a insatisfação da população e até as diferenças de clima entre as regiões durante o evento como as principais preocupações para a Copa de 2014.

Em seis páginas, a publicação francesa fala sobre tudo o que poderia prejudicar ou atrapalhar a Copa do Mundo, como o atraso na entrega dos estádios, o aumento do preço dos ingressos e também lembra o problema do clima no país.

A cinco meses do início da competição, o Brasil está longe de ser o lugar ideal imaginado pela Fifa para organizar a maior festa do futebol que, segundo a France Football, “se tornou uma fonte de angústia”.

A revista revela que a organização do evento expõe, por um lado, exigências da Fifa, “às vezes desmedidas, normalmente inadequadas”, e, por outro, um país de crescimento econômico fraco, com problemas políticos, corrupção e uma alta de preços insuportável.

Os franceses analisam que o dinheiro investido pelo Brasil para construir ou renovar 12 estádios e com outras obras da Copa foi de mais de 11 bilhões de euros, enquanto o orçamento do governo para a educação no país em 2013 foi de 12,8 bilhões de euros.

A France Football também culpa a corrida contra o tempo para as obras serem entregues pelas vítimas fatais, referência aos acidentes com as Arenas de Brasília, Manaus e São Paulo.

“Os doze estádios foram financiados pelo Estado embora o compromisso tenha sido com fundos privados”, escreve a France Football.

O movimento Bom Senso FC também é citado, para evidenciar os problemas do futebol brasileiro e o presidente da Fifa, Joseph Blatter, em entrevista exclusiva, confessa que a entidade talvez possa ter dado confiança excessiva no Brasil para organizar o maior evento do futebol mundial. O cartola falou que “o orgulho não deve fazer esquecer os compromissos do governo com as obras de infraestrutura”.

* Fonte: MSN/Esportes

Compartilhe esse texto com seus contatos:

4 Responses to Copa 2014: Evento será “uma fonte de angústia”. Diz Revista Francesa *

  1. mbt shoes good or bad Copa 2014: Evento será “uma fonte de angústia”. Diz Revista Francesa * | Blog do Abelhudo

  2. Me ajudou muito com a minha pesquisa. Leitura facil e interessante!

  3. sahibi lima disse:

    No país do futebol quem está com a bola murcha é o brasileiro. Tudo que as Administrações (Governos) fazem, tem um único objetivo: LUCRO! Tudo que antes era comprado e preservado, hoje é alugado, terceirizado ou comprado e rapidamente descartado, abrindo espaços para novos alugueis, terceirizações e é claro, novas compras (contratos).
    É assim, por exemplo com: Os Geradores da Unidades De Pronto Atendimento UPA’s, os CONTAINERS das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP’s), com todos os serviços de limpeza estaduais (Fóruns, Tribunais e demais repartições), com os prédios de inúmeros órgãos/secretarias e com mais uma infinidade de “ralos” de dinheiro público que de tão entupidos, já começam a feder e chamar atenção… Se tem um a coisa que a patuleia ainda não percebeu, é que a inércia e a leniência dessa grande nação futebolística os estão levando diretamente para os braços de uma nova ditadura, criada através de PEC’s, PL’s, MP’s e Decretos, todos aparentemente de cunho social e maquiada por programas tipo minha casa minha vida, bolsa família, bolsa atleta, vale cultura, bolsa escola, vale leite etc e etc… Convenhamos, um administrador ou engenheiro errar a conta de um cálculo em 20 ou 30 porcento vá lá, mais em 200% como foi na construção do estádio Mané Garrincha em Brasília, ai não dá! De R$ 620.000.000,00 para R$ 1.800.000.000,00 é muita coisa. Só mesmo botando o Ronaldo fenômeno pra fazer aquela propagandazinha de: “agora temos um dos mais modernos estádios do mundo” pra ver se cola, e detalhe, construíram o elefante exatamente no DF, que não tem sequer um time de futebol. Depois da copa e da olimpíada, o Mané corre o risco é de ser é despedido (demolido).
    Bom, voltando ao assunto e no compasso desse “samba”, obras e mais obras brotam todos os dias Brasil afora, todas em regime de urgência e muitas (muitas mesmo)com dispensas de licitação. A educação, a saúde e a segurança, que são as bandeirinhas que vem sendo levantadas por todos os políticos brasileiros no últimos 40 anos, continuam – e vão ficar – é no banco de reservas, assim como as infraestruturas prometidas pela nossa presidente e que não saíram ainda do imaginário petista. De minha parte, tomara que o Brasil perca essa copa logo de cara, que a popularidade da Dilma vá para as cucuias, que os Black Blocks façam muito barulho, que a Civil e a PF entrem em greve, que as PM’s acompanhem e que o Exército continue na mesma (ferrado), tudo junto e ao mesmo tempo. Seria um “julho negro” para o PT,que teme por perder as eleições e pior, não poder comandar as obras previstas para as olimpíadas de 2016.

    Quem sabe se com um quadro desses o PT não ficava com um pouco de vergonha e pedia pra ser substituído? Poderia dizer que está machucado! Aliás, se isso viesse a acontecer,certamente teriam machucado o coitado no lugar que mais dói!

    • Dom Pablito disse:

      Olha Sahibi. Muito bom o seu comentário. Enriqueceu a postagem e trouxe à discussão pontos de vista bem interessantes.

      O blog agradece pela sua participação e torce para que você continue ligado nos assuntos aqui postados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>