Category Archives: Causos e Casos

SAÚDE E BEM ESTAR: O Que Os Homens Devem Saber Sobre o Câncer da Próstata *

Partilhamos as histórias de quatro homens e damos-lhe a conhecer os mais inovadores tratamentos.

 

Câncer-de-Próstata

 

Imagine isto. Está a chegar aos 50 anos de idade, o seu médico de família começou a incluir o exame da próstata nas suas análises anuais de rotina e aconselhou-o a fazer um teste para detecção precoce. Os seus resultados mostram um nível de PSA elevado, o que pode indiciar a presença de tumores cancerígenos. É provável que o seu médico lhe aconselhe uma biópsia de confirmação. Acaba, assim, de entrar no mundo, muitas vezes desconcertante e confuso, do cancro da próstata, da sua detecção, diagnóstico e tratamento.

Se na biópsia for detectado um câncer de crescimento rápido, é necessário tratamento imediato. No entanto, estima-se que cerca de dois terços dos cancros da próstata sejam de crescimento de tal forma lento que poderão nunca constituir um mal efetivo. É mais provável que os homens – em especial os mais velhos – venham antes a morrer de outras causas. E é aqui que as coisas ficam realmente complicadas.

Apesar de a sua biópsia mostrar que tem um cancro de desenvolvimento lento e não letal, isso pode não ser definitivo. As biópsias à próstata retiram amostras de tecido “às cegas”, e o procedimento pode não ter conseguido localizar um tumor mais agressivo e potencialmente letal. O seu médico pode, no futuro, aconselhar biópsias anuais durante muito tempo.

A sua opção será fazer mais biópsias, submeter-se a tratamento imediato ou continuar a monitorização (vigilância ativa)? À semelhança dos 300 mil homens que se estima receberem anualmente na Europa o diagnóstico de cãncer na próstata, você terá de escolher entre as possíveis mudanças que uma eventual sobremedicação pode operar na sua vida, e a eventual morte por falta de diagnóstico e de tratamento. Os homens precisam de falar honestamente com os seus médicos e com as suas parceiras e fazer escolhas informadas.

charge de exame de Próstata

Para ajudar, as Seleções apresentam-lhe as últimos dados disponíveis sobre os tratamentos existentes – há, inclusive, boas notícias que podem resolver o dilema entre o excesso de tratamento e a falta de detecção.

Ressonância magnética multiparamétrica

Vigilância ativa

Terapia focal («Lumpectomia Masculina»)

Prostatectomia

Radiação

LEIA A ÍNTEGRA:

Falar a sério sobre o Cancro da Próstata

*Fonte: Seleções Readers Digest

Artigo : A missão da mentira *

 

Ontem foi o dia universal da mentira. Já me explicaram milhões de vezes as razões de uma data tão inútil, que pode funcionar para brincadeiras inocentes, mas sem equivalente no calendário: não há um dia dedicado à verdade. Até mesmo a comissão que foi criada para descobrir uma verdade recente parece que ainda não se entendeu e muita gente desconfia que nunca se chegará ao seu objetivo.

Todos os dias deviam ser da verdade –há aquela belíssima frase do Evangelho, a cada dia basta a sua verdade, “sufficit diei malitia sua”. Infelizmente, todos os dias, de certa forma, são destinados à mentira, algumas inocentes, até mesmo piedosas, o sujeito não passa daquela noite, mas as visitas louvam sua saúde e seu prognóstico.

Passados tantos anos, no último domingo, Geneton Moraes Neto entrevistou importante conselheiro da Casa Branca ao tempo de Bush. O assessor presidencial para combater o terrorismo disse o que todos já sabíamos, mas agora em tom que pode ser considerado oficial: o governo de Bush mentiu a respeito da invasão do Iraque, não havia armas de destruição em massa. Agredido pela Al Qaeda no 11 de Setembro, os Estados Unidos reagiram às cegas para mostrar que não eram vulneráveis ao terrorismo.

A mentira foi fartamente divulgada, dezenas de milhares de americanos e iraquianos morreram e continuam morrendo num dos crimes mais repugnantes de nosso tempo.

Temos agora os casos do Irã e da Coreia do Norte. De mentira em mentira, os Estados Unidos podem provocar uma guerra nuclear que não será de mentira, mas de verdade.

Um autor, cujo nome não me recordo agora, perguntou o que aconteceria se soasse um imenso sino no espaço e, a partir daí, só se pudesse dizer a verdade durante dez minutos. Haveria um suicídio universal.

Carlos Heitor Cony  11130415

 

* FolhaSP/Colunistas Carlos Heitor Cony (Autor)

PERNAMBUCO: TJPE reduz horário de atendimento ao público como medida de economia * – Colaboração de Jozinaldo Viturino de Freitas

TJPE - Resolução tenta adequar os horários dos fóruns e a necessidade de economizar.

TJPE – Resolução tenta adequar os horários dos fóruns e a necessidade de economizar.

Todas as unidades judiciárias do Estado terão seu horário de funcionamento reduzido. A Resolução nº 350, que trata do assunto foi aprovada pela Corte Especial do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), nesta segunda-feira (1º), e tem como objetivo diminuir custos. A medida visa também atender aos interesses da administração pública, com vistas a uma maior efetividade na prestação jurisdicional. A alteração no horário atende, ainda, a um pleito dos servidores, dos magistrados e da população do Interior.

O custo/benefício para manter os fóruns abertos durante todo o expediente foi outros fator determinante. Pesquisa realizada pela Presidência do TJPE, além de visitas de comissão de desembargadores, mostrou que, no Recife e na Região Metropolitana, não há procura suficiente para justificar a realização de dois turnos. Na Capital, pela manhã, algumas unidades chegam a atender apenar três pessoas por dia. E o custo diário para manter aberto o Foro do Recife, por exemplo, é de R$ 36.000,00.

A resolução entra em vigor 60 dias após sua publicação no Diário de Justiça Eletrônico (DJE). As comarcas do Interior funcionarão das 8h às 14h, salvo alguma situação especial justificada. Já as unidades da Capital e Região Metropolitana terão horário de funcionamento das 12h às 18h, com exceção dos Juizados Especiais e Centrais Jurisdicionais, das 7h às 19h, e do Tribunal de Justiça, que atenderá das 8h às 19h.

A situação financeira do Tribunal, que teve corte de cem milhões de reais no repasse do duodécimo, foi uma das causas da resolução. Com o comprometimento do quantitativo de servidores e magistrados que seriam nomeados este ano, cujo número já é aquém do necessário, o atendimento ao público em horário estendido estava prejudicando a prestação jurisdicional. Com jornada de trabalho de seis horas diária, o grupo de servidores tinha que se dividir em dois turnos para atender à população durante todo o horário, o que gerava déficit nos períodos de maior movimento e durante as audiências.

Os setores de Protocolo e Distribuição Processual das comarcas da Capital, de Jaboatão dos Guararapes e de Olinda terão horários diferenciados. As unidades funcionarão das 8h às 18h, por serem considerados essenciais no atendimento às necessidades do jurisdicionado.

Para a proposta ser levada em consideração a necessidade de se atender às peculiaridades locais, especialmente seus usos e seus costumes, resguardando a prevalência do interesse público. A mudança também foi motivada por manifestações de servidores e magistrados, que destacavam as dificuldades para atender durante o atual expediente forense, das 9h às 18h, e observou a decisão liminar proferida pelo Supremo Tribunal Federal que suspendeu os efeitos da Resolução nº 130, do Conselho Nacional de Justiça, que prevê horário de funcionamento uniforme para o Poder Judiciário, das 9h às 18h.

*Fonte: TJPE

BRASIL: Cidade do Interior Paulista: Prefeito Ganha Mais do que o Governador *

Cargo de prefeito com salário de governador

Esta é a realidade em várias cidades de pequeno porte no País

charge salario prefeito

 

O cargo é de prefeito, mas o salário é de governador. Dos mais ricos aos mais pobres, essa é a realidade em diversos municípios brasileiros. No interior paulista, o prefeito de Guaíra, Sérgio de Mello (PT), recebe R$ 25 mil por mês, R$ 900 a mais do que o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT) – R$ 24.117. A 162 qui­lômetros de Florianópolis (SC), Pomerode, uma típica cidade de interior e de tradição alemã, paga ao chefe do executivo, Rolf Nicolodelli (PMDB), R$ 18 mil. É o mesmo valor que Lagoa Gran­de, no sertão de Pernambuco, aprovou como salário para o prefeito Dhoni Robson (PSB).

Todos eles, apesar de administrarem cidades de pequeno porte, têm remuneração maior do que a de muitos governadores. Os representantes de Pomerode e Lagoa Grande, por exemplo, ganham mais do que os governadores do Rio de Janeiro (R$ 20.300), Ceará (R$ 14.895) e Piauí (R$ 13 mil). O prefeito de Guaíra tem remuneração superior à do governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) – R$ 20.662,00.

As distorções são resultado da falta de parâmetros para a fixação dos subsídios de acordo com o tamanho dos municípios e da população. A única regra existente hoje é que o salário do prefeito não pode superar o teto constitucional federal, de R$ 28.059,29, pago aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Portanto, um salário de prefeito maior que o do governador do Estado, embora seja no mínimo inusitado, não é ilegal. De maneira geral, a cidade também tem que respeitar o limite imposto por lei para as despesas com pessoal. Se esses requisitos forem cumpridos, nada impede que prefeitos de municípios pequenos ganhem mais do que aqueles eleitos para cidades grandes.

No estado do Rio de Janeiro, o Globo mostrou, no fim do ano passado, que a prefeitura de Rio das Ostras paga R$ 25.493,55 por mês ao prefeito, somente R$ 2,5 mil a menos do que o estabelecido pelo teto constitucional federal. Já a capital, com uma população 42 vezes maior e R$ 14,7 bilhões a mais de orçamento anual, ocupa somente a 43ª posição no “ranking”. O salário do prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes (PMDB) é R$ 13.964,94.

Muitas vezes os salários destoam da realidade miserável da população nas pequenas cidades. Lagoa Grande, por exemplo, está na lista dos municípios que mais decretaram situação de emergência por causa da seca nos últimos anos. Em Guaíra, o reajuste no fim de 2012 que elevou o subsídio do prefeito para R$ 25 mil causou repercussão negativa. No fim do ano passado, a Ordem dos Advogados do Bra­sil (OAB) na cidade ameaçou entrar com uma denúncia no Ministério Público para investigar a legalidade da medida. Mas, até agora, nenhum procedimento foi oficializado.

Com a posse dos novos prefeitos no início deste ano, a Confederação Nacional do Municípios (CNM) está fazendo um levantamento em todo o País sobre os reajustes salariais para prefeitos que entraram em vigor em 2013. A entidade quer mapear quantos foram os municípios que aumentaram a remuneração dos prefeitos e qual é o valor médio de salário pago, entre outros itens.

*Agência Globo

BRASIL: FIAT QUER EVITAR FICAR NO MEIO DE BRIGA PT X PSB *

No olho do furacão de uma disputa pela sua paternidade, as obras da montadora Fiat em Pernambuco, um investimento que soma R$ 4 bilhões, serão iniciadas sem festa pela empresa italiana; a razão para evitar a comemoração está no teor político do empreendimento; com a presidente Dilma colocando-se candidata à reeleição em 2014 e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, tentando viabilizar seus planos de lançar-se ao Planalto, a Fiat não quer ficar no meio do tiroteio; será que consegue?

Dilma a Fiat e Eduardo Campos

 

No olho do furacão de uma disputa pela sua paternidade, as obras da montadora Fiat em Pernambuco, um investimento que soma R$ 4 bilhões, serão iniciadas sem festa pela empresa italiana. A razão para evitar a comemoração está no teor político do empreendimento, um dos maiores em andamento em Pernambuco. Com a presidente Dilma Rousseff (PT) colocando-se candidata à reeleição em 2014 e o governador de Pernambuco e presidente do PSB, Eduardo Campos, tentando viabilizar seus planos de lançar-se ao Planalto, a Fiat não quer ficar no meio do tiroteio, segundo a coluna JC Negócios, do Jornal do Commercio.

A ida da montadora para o município pernambucano de Goiana, na Zona da Mata Norte, contou tanto com o apoio do Governo Federal como do Governo Estadual. Além da concessão de incentivos fiscais e de infraestrutura, o fator político teve um peso significativo na decisão da montadora. Tanto que os esforços, tanto de uma lado como do outro, serviram de mote político no último encontro entre Dilma e Eduardo, realizado há pouco mais de uma semana, em Serra Talhada, Sertão de Pernambuco.

Na ocasião, durante o seu discurso, a presidente Dilma elencou uma série de obras, investimentos e projetos – entre eles a implantação da fábrica da montadora no Estado – que contam com o apoio decisivo do Governo Federal. Em meio a isto, Dilma anunciou, ainda, um pacote de R$ 3,1 bilhões destinado a Pernambuco. Em contrapartida ela cobrou “lealdade” aos partidos aliados, o que foi entendido como um recado direto ao governador e sua legenda para que permaneçam na base aliada abandonando os planos de alçar voo rumo ao planalto em 2014.

A discussão em torno de “quem fez o que e quanto” para viabilizar o empreendimento já havia sido empregada politicamente durante a última campanha eleitoral para a Prefeitura do Recife. Dispostos a mostrar os sucessos de suas respectivas gestões em todos os níveis de governo, as legendas não se apartaram de puxar para si a paternidade da vinda da montadora para o Estado.

Agora, parece que a situação chegou ao limite. Segundo ao jornalista Paulo Moreira Leita, da IstoÉ, o Governo Federal parece ter desistido de tentar demover Eduardo Campos de seu projeto presidencial. Neste “cruzar de braços”, o Planalto não deverá oferecer cargos, apoio e nem novas verbas sem que antes o governador diga em alto e bom som quais são os seus planos para 2014. Pelo visto, a decisão da Fiat de não se envolver neste imbróglio é a mais acertada para quem apenas deseja tocar os seus negócios.

*Fonte: Brasil 247

NORDESTE TEM 06 DAS 50 CIDADES MAIS VIOLENTAS DO MUNDO *

Duas cidades brasileiras – Maceió (AL) e João Pessoa (PB) – ficaram entre as dez mais violentas do mundo em 2012, ocupando a sexta e décima posição, respectivamente;  segundo a ONG (ONG) mexicana “Seguridad Justicia y Paz”, 15 das 50 cidades mais violentas em nível mundial são brasileiras, seis delas localizadas na Região Nordeste (Fortaleza (CE), Salvador (BA), São Luís (MA) e Recife (PE)

VIOLÊNCIA NA BAHIA

 

Duas cidades brasileiras – Maceió (AL) e João Pessoa (PB) – ficaram entre as dez mais violentas do mundo em 2012, ocupando as sexta e décima posição, respectivamente. Enquanto a capital alagoana registrou uma taxa de 85,88 homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes, a paraibana apresentou taxa de 71,59. Das 50 cidades mais violentas do mundo, 15 são brasileiras, sendo seis na Região Nordeste – além dessas duas, figuram no ranking Fortaleza (CE), na 13ª posição, seguida de Salvador (BA), depois, São Luís (MA), ao amargar o 23° lugar, e o Recife (PE), na 30 ª posição.

De acordo com dados da Organização Não Governamental (ONG) mexicana “Seguridad Justicia y Paz”, a primeira posição em nível global é da cidade de San Pedro Sula, em Honduras, com 169,3 crimes para cada 100 mil habitantes. Em segundo lugar está Acapulco, no México (142,88/100 mil habitantes), e em terceiro Caracas, na Venezuela (118,99).

Em relação aos 15 municípios brasileiros, depois de Maceió e João Pessoa aparecem as cidades de Manaus (AM), na 11ª posição, com taxa de 70,11., Fortaleza, na 13ª colocação, registrou taxa de 66,39 e Salvador, na 14 ª, uma taxa de 65,64. Em seguida, na 16ª, figura Vitória (ES), com 60,40, São Luís (MA), em 23° lugar (50,16).

cidades violentas charge

Ainda segundo a pesquisa, em 26° lugar ficou Belém (PA), com taxa de 48,23 mortes por 100 mil habitantes, enquanto que Cuiabá (MT) ocupou a 28ª (45,28). Depois do Recife, na 30 ª (44,54), veio Goiânia (GO), na 34 ª colocação (42,01), Curitiba (PR), na 42 ª (34,08), Macapá (AP), na 45 ª (32,06), Belo Horizonte (MG), na 48 ª (29,74), e Brasília (DF), em 49° (29,73).

O fato de 15 municípios brasileiros encabeçarem lista significa que o Brasil tem 30% das 50 cidades mais violentas do mundo. Confira aqui (http://www.seguridadjusticiaypaz.org.mx/biblioteca/prensa/finish/5-prensa/163-san-pedro-sula-otra-vez-primer-lugar-mundial-acapulco-el-segundo/0), nas páginas 3,4 e 5 o ranking da pesquisa.

De acordo com o relatório, “as proibições e o desarmamento não detêm os delinquentes violentos que sempre tem forma de obter armas. As proibições só desarmam as pessoas inocentes e as deixam mais desarmadas perante os criminosos”.

A alternativa para a diminuição da violência consiste em dois tipos de ações, conforme a pesquisa: “o crescente e sistemático abatimento da impunidade e fazer que a polícia cumpra com suas tarefas de prevenir e perseguir os delitos, com respeito aos direitos fundamentais dos indivíduos. Isso é o que demonstra a larga experiência universal e o que se tem mostrado eficaz recentemente na Colômbia e no Brasil”, diz o texto.

*Fonte: Pernambuco 247

O Brasil que NÃO DÁ CERTO – CHESF TEM PREJUÍZO RECORDE DE R$ 5,3 BILHÕES *

A Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) teve um prejuízo de R$ 5,3 bilhões em 2012 em decorrência de ajustes contábeis por conta da renovação das concessões com vencimento em 2015; isso porque o Governo Federal criou no ano passado Medida Provisória n° 579, segundo a qual tem de haver a reposição dos ativos das concessões que não foram amortizados.

“A diferença resultante entre o valor da indenização, calculado com base no critério estabelecido pela referida MP, e o valor registrado contabilmente, foram baixados como perda no resultado da companhia”

“A diferença resultante entre o valor da indenização, calculado com base no critério estabelecido pela referida MP, e o valor registrado contabilmente, foram baixados como perda no resultado da companhia”

A Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) teve um prejuízo de R$ 5,3 bilhões em 2012 em decorrência de ajustes contábeis por conta da renovação das concessões com vencimento em 2015. Isso porque o Governo Federal criou no ano passado Medida Provisória n° 579, segundo a qual tem de haver a reposição dos ativos das concessões que não foram amortizados.

“A diferença resultante entre o valor da indenização, calculado com base no critério estabelecido pela referida MP, e o valor registrado contabilmente, foram baixados como perda no resultado da companhia”, disse a Chesf, empresa do grupo Eletrobrás. O lançamento da redução prevista pela MP ocasionou um resultado negativo de R$ 8,2 bilhões, valor que foi aliviado em parte pelo bom resultado operacional registrado pela estatal.

A gerência operacional da caixa medida pelo Ebitda – que diz respeito ao lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização – em paralelo aos ajustes da MP 579 implicou em um crescimento de 25% em 2012, atingindo os R$ 3,35 bilhões.

Curiosamente, mesmo com um prejuízo de R$ 5,3 bilhões, a receita operacional da Chesf, fechou 2012 com R$ 7,68 bilhões, sendo a maior de história da companhia.

* Brasil 247

Artigo; ORGULHO DO DEVER CUMPRIDO * – Colaboração de Jozinaldo Viturino de Freitas

O ORGULHO DO DEVER CUMPRIDO

Amanhã, comemoramos mais um aniversário do Movimento Cívico-Militar de 31 março de 1964, que depôs o Presidente João Goulart.

É data marcante de nossa história recente e que era comemorada com Ordens-do-Dia dos Comandantes Militares e reuniões cívicas de entidades representativas de nossas comunidades.

Lembrada como um movimento que impediu a implantação, no País, de uma República Sindicalista, passo inicial que o transformaria em uma República Socialista, eufemismo então utilizado para denominar os países sob o jugo comunista.

Nos dias atuais, quando pseudos “historiadores”, “cientistas políticos” e ex-militantes comunistas buscam reescrever os acontecimentos daquela época e dos vinte e um anos que se seguiram, todos são levados a acreditar que aquele foi o período mais tenebroso, cruel e sangrento de nossa história.

Segundo suas versões, foram os “anos negros da ditadura“, os “anos de chumbo”, das “torturas” e dos “assassinatos” que “envergonham” as nossas Forças Armadas.

Foi isso, realmente, o que aconteceu? Esse foi um pecado mortal que nós, militares, cometemos? Devemos nos envergonhar do que fizemos?

Na verdade, o Movimento Cívico-Militar, que alguns tentam identificar como uma Revolução foi a exteriorização da vontade de quase totalidade da população brasileira.

Os meses que antecederam a deposição do Presidente João Goulart foram marcados por constantes tumultos, greves nacionais e sublevações, inclusive nas Forças Armadas, que recebiam o repúdio das populações das principais cidades do País.

Muitas foram as manifestações públicas, como as monumentais “Marchas com Deus pela Liberdade”, reunindo centenas de milhares de pessoas que exigiam um basta no clima de baderna em que vivia o Brasil.

Era o prenúncio de uma verdadeira guerra civil.

Ante o clamor nacional, com o germe da insubordinação e da quebra de disciplina alastrando-se em seu próprio cerne, as Forças Armadas agiram. Fizeram, na realidade, uma Contra Revolução, para preservar os verdadeiros valores da democracia, ameaçados pela política de “pelegos” que buscava instalar uma república socialista totalitária no País.

O Movimento Cívico-Militar de 31 de março contou com o apoio dos principais órgãos de imprensa, como se pode constatar pesquisando os jornais e revistas da época, e das principais lideranças políticas nacionais de então, como Magalhães Pinto, Carlos Lacerda, Ademar de Barros, Pedro Aleixo, Milton Campos, Ranieri Mazzilli, José Maria Alkmin, Juraci Magalhães e Ulysses Guimarães, dentre outros.

Contando com ampla aceitação popular e apoio do Congresso Nacional, assumiu a Presidência da República o General Castelo Branco, Oficial-General culto e íntegro do nosso Exército, com a missão de rearrumar a Nação e logo entregar o poder aos Políticos, através de eleições, como rezam os preceitos democráticos.

Infelizmente, a volta à normalidade democrática teve de aguardar mais tempo, em razão de que Cuba, dominada pela ditadura dos irmãos Castro, já estava funcionando como verdadeiro polo de irradiação do comunismo para a América Latina, ministrando cursos de formação de guerrilheiros para a tomada do poder. As consequências, todos sabem, foram as dezenas de organizações subversivas e terroristas atuando em toda a América Latina.

No Brasil, dezenas de organizações utilizaram como mão-de-obra, basicamente, jovens estudantes, idealistas, que eram levados a acreditar que a implantação do comunismo seria a salvação da humanidade. E que, para tanto, poderiam “fazer o diabo”.

Foi um período de muita violência, com dezenas de ações terroristas de toda ordem, como atentados a instalações diplomáticas e militares, atentados em aeroportos, assaltos a bancos, sequestros de diplomatas estrangeiros, sequestros de aviões comerciais para serem levados para Cuba, assassinatos de militares brasileiros e estrangeiros, além de implantação de áreas de guerrilha rural em algumas regiões do País.

Foram anos difíceis, de muita violência e perdas de preciosas vidas de todos os lados – vítimas inocentes da população civil, policiais civis e militares, militares das Forças Armadas e de nações amigas, e militantes comunistas de dezenas de organizações terroristas.

O clima de verdadeira guerra revolucionária que se instalou no País obrigou as autoridades a adotarem algumas medidas de exceção, como os Atos Institucionais, para assegurar a volta à normalidade democrática. E assim foi.

Derrotadas as organizações terroristas, em meados da década de 70, foram revogados os Atos Institucionais e iniciada a volta à democracia plena, de forma lenta, gradual e segura, para evitar novas investidas de facções extremistas totalitárias.

Ao final, para assegurar a volta da paz e apagar os rastros da violência ideológica, foi aprovada a Lei de Anistia, com o objetivo de apagar definitivamente o período de embate fraticida por que passáramos.

Com pesar, observamos que os derrotados de ontem tentam reescrever a história e querem se fazer passar por combatentes defensores da democracia. Na verdade, queriam exatamente acabar com a democracia e implantar um regime comunista. Basta constatar a realidade em que vive Cuba há mais de 50 anos, o país exemplo do que pretendiam.

Apesar das dificuldades, durante os vinte e um anos dos governos militares, foi possível transformar o País, preparando-o para trilhar o caminho do desenvolvimento e da democracia. Da posição de 48º na economia mundial, passamos para a oitava posição.

Foram construídas as gigantescas hidrelétricas de Itaipu, Tucuruí, Ilha Solteira, Rio Grande e muitas outras que asseguraram a energia necessária para o nosso crescimento durante décadas.

Foi construído um excelente complexo de telecomunicações, ligando todas as regiões do País. Foram construídas as rodovias Transamazônica, Cuiabá-Santarém, Manaus-Boa Vista, Porto Velho-Manaus, e iniciada a Perimetral Norte, para citar algumas de maior importância estratégica para consolidar nossa ocupação na cobiçada Região Amazônica, além de muitas outras que aumentaram e melhoraram as malhas viárias nas Regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste.

Consolidou-se Brasília, como Capital Federal, concretizando o sonho visionário de D. Bosco, que Juscelino iniciou.

Implantou-se a indústria aeronáutica, que orgulha o nosso País. Construiu-se um complexo aeroportuário que atendeu perfeitamente, por décadas, nossas necessidades. Foram construídos os gigantescos portos de Paranaguá e Tubarão, dentre outros, que melhoraram significativamente nossos resultados nos comércios de exportação e importação.

Foi iniciada a exploração de petróleo em nossa plataforma submarina, desde o início com excelentes resultados. Foi criado e desenvolvido o Pró-Álcool, exemplo de solução alternativa para a nossa carência de fontes de energias fósseis.

Foram criados o FGTS, o BNH, o MOBRAL, o Projeto Rondon, a SUFRAMA, a EMBRAPA, e tantas outras iniciativas que contribuíram significativamente para melhorar a qualidade de vida de nosso povo, engajando e conscientizando centenas de milhares de brasileiros sobre os nossos problemas e os desafios a vencer. Enfim, fizemos muito. Muito mais do que nos anos que se seguiram.

Portanto, tenhamos orgulho do que fizemos. Cumprimos o nosso dever. Salve 31 de março de 1964.

* Autor: * Edilberto Sirotheau

 Edilberto Telles Sirotheau Corrêa é Major Brigadeiro. Nasceu em 20 de agosto de 1942, em Belém/PA. Foi declarado Aspirante Aviador em 1962. Reformado em 20 de agosto de 2010.

Longa Estiagem : Seca provoca prejuízo de R$ 1,5 bilhão na pecuária de Pernambuco *

"boi com sede bebe lama..." As agruras da seca.

“boi com sede bebe lama…” As agruras da seca.

Um cemitério de animais a céu aberto. À beira das estradas que cortam o Agreste e o Sertão de Pernambuco, a cena desoladora do gado morto se repete. É o rastro da maior seca dos últimos 40 anos no Nordeste, que até agora contabiliza prejuízo de R$ 1,5 bilhão somente para a pecuária do Estado. Em março, a Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (Sara) fez um levantamento em 300 propriedades do Agreste e 300 do Sertão para calcular as perdas na atividade. Os resultados foram compilados pelo Departamento de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (USP) e apontam para uma redução de 72% na produção de leite, a mortalidade de 168.356 animais e o fim da atividade em 17% das propriedades.

“Um dado que chama atenção na pesquisa é o fato de 51% das propriedades não contar com qualquer reservatório de água para se prevenir num ciclo de estiagem. Por isso, um dos nossos pleitos junto ao governo Federal será a criação de um financiamento específico para infraestrutura”, diz o secretário estadual de Agricultura, Ranilson Ramos, que na última quarta-feira visitou o polo de entrega de cana-de-açúcar para alimentação do gado em São Bento do Una (Agreste). O secretário defende que equipar as propriedades com reservatórios é uma etapa que precisa vir antes da compra de novos animais para recompor o rebanho.

A solicitação do governo é para que o Banco do Nordeste (BNB) ofereça condições semelhantes ao financiamento para custeio da bovinocultura (compra de ração e insumos), com juro de 1% ao ano, carência de 4 anos, prazo de 10 anos para pagar e rebate de 40% se o pecuarista pagar em dia. Outra reivindicação dos criadores é a paralisação imediata da cobrança das parcelas vencidas de empréstimos pelos bancos oficiais. Muitos defendem não só a suspensão das cobranças, mas anistia das dívidas. Sem condições sequer de alimentar e oferecer água ao gado, os pecuaristas acumulam perdas e alegam não ter condições de honrar os financiamentos nessa circunstância. O pleito será encaminhado à presidente Dilma Rousseff, na próxima terça-feira, em Fortaleza, durante reunião com os governadores dos Estados atingidos pela seca.

Cena corriqueira. Carcaças de animais mortos pela fome...

Cena corriqueira. Carcaças de animais mortos pela fome…

“Governos, empresas e produtores terão que empreender uma força-tarefa para enfrentar essa seca. Algumas ações estão acontecendo, mas ainda são poucas para resolver o problema. O que precisa mesmo é chover, mas as previsões não são animadoras”, diz o presidente da Cooperativa de Produtores de Leite do Agreste Meridional (Cooplam) em Garanhuns, Evandro Branco Filho. A mão do governo precisa mesmo atuar porque 80% da produção leiteira está concentrada nas propriedades familiares, com criação de até 30 animais.

LEIA TAMBÉM:

*Fonte: JC/Adriana Guarda-Economia

PESQUEIRA: 03 Meses depois de Assumir, Procurador diz: “Tem um Rombo de mais de 08 Milhões” *

“Rombo em Pesqueira chega a mais de oito milhões”

Prefeitura-de-Pesqueira

A procuradoria do município de Pesqueira identificou até agora um rombo nos cofres públicos estimados em mais de oito milhões de Reais. Segundo o procurador João Prudêncio, o trato com o dinheiro público é estarrecedor e os crimes praticados pelo governo passado deixaram sua equipe boquiaberta, “a equipe de transição não teve muito acesso aos documentos, mas hoje, depois de quase 100 dias de governo, estamos identificando um verdadeiro assalto aos cofres públicos”, desabafa o procurador.

Ainda segundo o procurador, a comissão de transição encontrou, a princípio, várias irregularidades que fogem da normalidade inclusive o atraso do pagamento do mês de dezembro dos funcionários municipais. Segundo Prudêncio, existia uma verba que foi desviada de uma conta vinculada a Educação para outra conta corrente, o dinheiro era para ser destinada a compra de ônibus escolares e a ex-prefeita, desviou o dinheiro para que o futuro gestor pagasse ao funcionalismo, “essa prática é criminosa, não se pode desviar em hipótese alguma dinheiro da União para outros fins, o atual prefeito não compactua com essa prática, pois é crime” relata João Prudêncio.

João Prudência é Procurador Geral da Prefeitura de Pesqueira.

João Prudência é Procurador Geral da Prefeitura de Pesqueira.

Dentre os desvios de verbas, a controladoria mostrou documentos em que a prefeitura adquiriu livros para os estudantes da rede municipal e simplesmente sumiram ou não chegaram, mas o dinheiro foi pago, além disso, o não cumprimento da aplicação de sessenta por cento dos recursos do FUNDEB na remuneração dos profissionais do magistério, efetivo exercício da educação básica pública presencial, essa Lei foi descumprida”, lamenta Prudêncio.

Só pra se ter uma ideia, ficou uma dívida de mais de cento e um mil Reais de contas telefônicas em atraso desde o mês de outubro, foi feito um parcelamento para que as linhas fossem reativadas e os trabalhos prosseguissem na atual gestão. “O rombo vem de todos os lados”, afirma Prudêncio lembrando que houve pagamentos em duplicidades, ou seja, pessoas receberam duas vezes pelo mesmo serviço, um débito de quatrocentos e cinquenta mil Reais relativos ao processo licitatório para compra de uma máquina de trator de esteira, adquirido pelo município no mês de julho, em seis parcelas a qual nenhuma foi paga; constatamos também através da ex-secretária de educação e que também foi remetido pela controladoria Geral da União dos livros do Programa de Fiscalização a partir de Sorteios Públicos de julho de 2010 – constatando inúmeras irregularidades na Educação; irregularidades em processos licitatórios; em tomadas de preço; movimentação de recursos financeiros fora da conta bancária específica do FUNDEB e pagamento sem suporte documental; aplicação dos recursos do FUNDEB para custeio de despesas da Secretaria que atende também área de Turismo e Esporte, que é uma prática irregular; pagamentos de diárias em desacordo com a finalidade das ações da Educação Básica; irregularidades no pagamento de capacitações; execução de despesas em desacordo com as ações de Educação Básica e sem comprovação de qualificação de equipe técnica; fuga ao procedimento licitatório e ausência de comprovação de serviço transporte, material e documentos para as escolas do município; ausência de comprovação e prestação de serviços de transportes para a equipe pedagógica de professores; ausência de prestação de serviços no transporte escolar; irregularidades em termos de parceria com a OCIPE e INTERCEPT firmado por meio de dispensa; irregularidades no pagamento de pessoal no ano de 2009; Dívida com os bancos, prestadores de serviços, fornecedores e um rombo da previdência do município onde o dinheiro era descontado dos salários e não repassados para o fundo de previdência.

“Trata-se de desvio de verbas que inclusive está sendo apurado pelo Ministério Público Estadual, e isso é crime de improbidade administrativa que dá prisão de até cinco anos de reclusão, ressarcimento aos cofres públicos do que foi desviado, perda do mandato eletivo e perda dos direitos políticos”, lembra o procurador.

PNATE – Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar consiste na transferência automática de recursos financeiros, sem necessidade de convênio ou outro instrumento congênere, para custear despesas com a manutenção de veículos escolares pertencentes às esferas municipal ou estadual e para a contratação de serviços terceirizados de transporte escolar, tendo como base o quantitativo de alunos da educação básica, dele, a ex-prefeita faturou duzentos e oitenta mil reais e desse total foi desviado, segundo o procurador, sessenta e oito mil reais. A procuradoria da prefeitura entrou com uma representação junto ao Ministério Público Estadual e ao Ministério Federal para que fossem apuradas as irregularidades.

“Não estamos dando conotação política a esses atos, o que nós queremos, e falo pela procuradoria do município, é dar transparência as ações mostrando os princípios da legalidade, da impessoalidade, da moralidade, da publicidade e da eficiência e esses são princípios constitucionais para qualquer gestor, se não ele também é penalizado, e a população tem que saber de tudo o que está se passando,” ressalta João Prudêncio.

“Foi recebida uma verba de quase 1.800.000,00 do Fundeb para aquisição de ônibus escolares e ar condicionados para que as escolas fossem climatizadas, dinheiro liberado em julho de 2012 – o dinheiro não foi aplicado e sim transferido em sua totalidade para a conta do município e da conta municipal para outras contas, tomando chá de sumiço”.

DOAÇÃO DE TERRENOS

A Lei manda que qualquer doação seja feita até 31 de dezembro quando há ano eleitorais e várias doações de terrenos foram feitos no ano de 2012 em troca de favores políticos. Prudêncio mostra documentos assinados pela gestora do município que prometia enviar projeto de Lei, após a eleição para que eles pudessem construir, formalizando o ato. A prefeitura orienta para que ninguém construa em terrenos que não tenha escritura pública.

*Fonte: João Jardim –  (imprensapesqueira2013@gmail.com)  –  Assessor de imprensa da Prefeitura Municipal  de Pesqueira.