Category Archives: Cidadania/Serviços Público

Pesqueira : MOBILIDADE URBANA. O que fazer para Melhorá-la? – Por Walter Jorge de Freitas *

MOBILIDADE URBANA

Pesqueira clama por um disciplinamento de uso de áreas urbanas.

Pesqueira clama por um disciplinamento de uso de áreas urbanas.

É só no que se fala. Mobilidade é a palavra da moda. Tanto faz na capital como no interior, a situação é a mesma: as cidades estão travadas por causa do excesso de veículos, da ocupação indevida dos espaços públicos e, principalmente, devido à da falta de ação e de planejamento dos governantes.

O que se ouve é muita conversa fiada e providências que é bom, só no papel e no discurso. Os nossos gestores cada vez mais dão demonstrações de que agem em descompasso com a realidade. Eles estão perdidos que só barata em terreiro de galinha.

Dias atrás os nossos jornais encheram suas páginas com matérias alusivas à construção de vários viadutos em áreas críticas da cidade do Recife, cujo objetivo era dar maior mobilidade, ou em outras palavras, acabar com o caos que vem fazendo do trânsito da nossa capital um dos piores do Brasil. Agora, numa prova de que nada havia sido planejado e também não tinham ouvido a opinião de quem entende do assunto, estão desistindo dos viadutos e falando em rodízio de automóveis, como se o recifense fosse atendido por um eficiente serviço de transporte público.

Segundo me parece, há uma empolgação fora do comum sobre a Copa do Mundo e os políticos finalmente caíram na real e já admitem que muito do que foi prometido para 2014, não será realizado. Entretanto, se isso pode servir de consolo para os moradores da capital, lembro que no interior a situação – guardadas as devidas proporções – é quase igual.

Aqui em Pesqueira, por exemplo, estamos passando por situações que nunca imaginamos. Além do aumento da quantidade de veículos em circulação, temos como agravante a falta de sinalização, a ausência de demarcação das áreas de estacionamento, a ocupação das calçadas pelas lojas e a volta das barracas de feira para o centro da cidade. Tudo isso junto, resulta em dificuldade para o cidadão andar a pé e trafegar de carro.

Mais uma vez, insistimos na necessidade de que seja elaborado, discutido e aprovado um novo Código de Posturas para o município, pois não é admissível que continuemos sendo guiados por normas que foram editadas em 1951, ainda no governo do Dr. Ésio Araújo, que, diga-se de passagem, fez escola ao mostrar que era possível governar com seriedade e competência.

walter-J-Freitas II

 

Pesqueira, 09 de abril de 2013.

*Autor: Walter Jorge de Freitas – Comerciante, escritor, cronista e musicólogo.

 

EDUCAÇÃO: 29 Municípios Pernambucanos Poderão Ficar sem Recursos da Merenda Escolar *

Municípios e Estados podem ficar sem verba de merenda

Mais de 780 entes federativos correm risco de ficar sem os recursos devido a irregularidades nos conselhos de alimentação escolar locais

Mais de 780 entes federativos podem ficar sem os recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) devido a irregularidades na situação dos conselhos de alimentação escolar. Esses conselhos são responsáveis por acompanhar a execução do programa em cada localidade do País. Caso estejam com mandato vencido, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) fica impedido de transferir os recursos federais para a alimentação escolar.

No total, 780 municípios estão com seus conselhos de alimentação escolar (CAE) vencidos, entre eles 29 pernambucanos. Seis Estados – Acre, Amazonas, Maranhão, Pará, Rondônia e Sergipe – estão na mesma situação. “Se esses entes não regularizarem a situação rapidamente, podem ficar sem os recursos da próxima parcela do Pnae”, afirma o diretor de Ações Educacionais do FNDE, Rafael Torino.

Este ano, o orçamento do programa é de R$ 3,5 bilhões, para beneficiar 44 milhões de alunos da educação básica (educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e educação de jovens e adultos). O dinheiro é transferido em dez parcelas mensais, para atender 200 dias letivos, e deve ser utilizado na aquisição de gêneros para a alimentação escolar.

Contas Municípios, Estados e o Distrito Federal têm prazo até 30 de abril para enviar as prestações de contas de 2011 e 2012 do Pnae por meio do Sistema de Gestão de Prestação de Contas (SiGPC), disponível no portal eletrônico do FNDE. As contas serão analisadas inicialmente pelos conselheiros do CAE, que terão até 14 de junho de 2013 para registrar seus pareceres, aprovando ou não as contas, no Sistema de Gestão de Conselhos (Sigecon).

O mesmo prazo vale para o envio das prestações de contas do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (Pnate) e do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE). Quem não cumprir a determinação pode ficar sem os recursos dos três programas enquanto não regularizar a situação.

CONFIRA A LISTA:

 

http://www.slideshare.net/slideshow/embed_code/18432441#

Fonte: MEC/JC NE10

 

CONFERÊNCIA DAS CIDADES REALIZA ETAPA MUNICIPAL EM PESQUEIRA *

Prefeitura de Pesqueira desenvolve ações em conjunto com a sociedade.

Prefeitura de Pesqueira desenvolve ações em conjunto com a sociedade.

Decreto do executivo faz a convocação para a 5ª Conferência Municipal da Cidade, que será realizada no dia 04 de maio, no auditório do CDL local. No ato, o gestor também constituiu a comissão preparatória da conferência, que terá como tema “Quem Muda a Cidade Somos Nós: Reforma Urbana Já!”. O evento terá como objetivos debater o aprovar ações de promoção da participação sociedade civil no acompanhamento e elaboração das propostas de habitação, saneamento básico e ambiental, mobilidade, acessibilidade, regularização fundiária e planejamento territorial.

No encontro também serão promovidos diálogos para o desenvolvimento de novas idéias e conceitos sobre a participação social nos debates inerentes ao tema. Estimular órgãos e entidades públicas a participarem dos debates é do interesse da gestão municipal, por isso toda a sociedade está sendo convocada. Durante a conferência haverá a escolha de dez representantes municipais que vão integrar a Etapa Regional para debates tais propostas. A Conferência Municipal das Cidades será presidida pelo prefeito Evandro Chacon, sob coordenação do secretário de Governo Cel. Manoel Medeiros, com a colaboração direta de Sandra Valéria e Maria da Conceição Valença.

Campanha pela Paz

A Campanha Sou Pesqueirense Sou da Paz que começa dia 20 de abril, quando se comemora os 133 anos de elevação à categoria de Pesqueira (aniversário da cidade) é uma ação da Polícia Civil, Prefeitura de Pesqueira, Diocese de Pesqueira, Polícia Militar, CDL, Rotary, Lions, Maçonaria e vários outros seguimentos da sociedade civil organizada, além do apoio de vários empresários que patrocinam este ato, e que visa diminuir ou até mesmo extinguir os chamados crimes de aproximação.

Este tipo de crime, segundo o delegado de Pesqueira Dr. Bernardo Moraes, são crimes caracterizados por brigas fúteis ou motivos banais, “na maioria das vezes a polícia não tem como prevê, por isso o diálogo é o fator mais importante. Estamos fazendo esta Campanha visando exatamente conscientizar a população pesqueirense para que se evite esse método que não leva a nada”, diz Moraes.

Na realidade, a Campanha começa quinta feira, dia 11, às 08 horas da manhã no Auditório do Centro Comercial Rosa em Pesqueira, com um curso de capacitação ministrado por autoridades do município, afim de que após as devidas orientações, a rede docente municipal e estadual de ensino multiplique o conhecimento através de atividades pedagógicas, tais como dinâmica de grupo, trabalhos, etc.

* Fonte: João Jardim/Assessoria de Imprensa da prefeitura

SANHARÓ: O Drama do Atendimento Bancário e a Ocupação de Espaços Público

Mês passado o articulista Marco Soares fez compôs um artigo abordando a situação crítica das nossas principais ruas, no que tange ao disciplinamento de trânsito, estacionamento e ocupação irregular de calçadas.

Calçada do mercadinho Compre e Lucre. Junto tem uma loja e um posto de saúde. Quase que não dá pra passar pela calçada.

Calçada do mercadinho Compre e Lucre. Junto tem uma loja e um posto de saúde. Quase que não dá pra passar pela calçada. Aloja ao lado tem cavaletes irregulares, como reserva de estacionamento.

Todos os dias essa ocupação e outras mais estão no caminho de quem precisa passar.

Todos os dias essa ocupação e outras mais estão no caminho de quem precisa passar.

Agora, voltamos ao assunto, mostrando alguns requintes e tópicos que ficaram de fora da matéria do ilustre colaborador.

Por exemplo, a novidade advinda do arrombamento da agência da Caixa e o caos que se seguiu. De repente, constatamos que o posto da Lotérica é super acanhado para suprir a falta de expediente da citada agência. As fotos foram feitas nessa segunda-feira, mas refletem às agruras dos usuários do serviço complementar.

Calor insuportável e apenas 02 caixas para atender a grande demanda.

Calor insuportável e apenas 02 caixas para atender a grande demanda.

lotérica em 07 04 2013  WP_000180  lotérica III   WP_000183

 

Outra situação que carece de uma reprimenda dos que cuidam do disciplinamento de ruas e calçadas é a ocupação desmedida e os “famosos” tubos/manilhas de cimento que estão enfeando a rua e causando transtornos aos transeuntes e ao precário espaço para estacionamento de veículos.

tubos abandonados em Sanharó  WP_000145  tubos da obra do saneamento de sanharó

tubos VI  WP_000151  tubos III   WP_000148

Pelo visto, o uso desses tubos, não será mais necessário, já que, ao que se sabe, o projeto contemplaria outra ação de engenharia. O quê fazer com isso?

Dom Pablito

Editor