Category Archives: Colaboração

Brasil/Educação: OPORTUNIDADES no ProUni, para que fez o Enem a partir de 2010 *

 

 

Participantes do Enem

a partir de 2010 também

poderão concorrer a vagas

do ProUni

 

Bolsas remanescentes do ProUni para alunos que fizeram o Enem a partir de 2010 e não foram selecionados

Bolsas remanescentes do ProUni para alunos que fizeram o Enem a partir de 2010 e não foram selecionados

 

 

 

Programa Universidade para Todos (ProUni) abre inscrições aos candidatos que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2010 nesta quarta-feira (20). Para o segundo semestre deste ano ainda estão disponíveis 52 mil bolsas de estudo, entre integrais e parciais (50%), em diferentes cursos de todo o País.

De acordo com a coordenadora geral de Projetos Especiais para Graduação (Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação), Lilian Nascimento, esta novidade apresentada em 2014, tem por objetivo incrementar a ocupação das bolsas do programa.

“Além do processo seletivo regular, aberto exclusivamente para inscrições de estudantes que tenham participado do Enem do ano imediatamente anterior, foi desenvolvido pelo Ministério da Educação uma plataforma para oferta das bolsas remanescentes do programa, destinadas [também] para estudantes participantes do Enem desde a edição de 2010”, explica a coordenadora. Os candidatos devem ter obtido nota mínima de 450 pontos no exame e nota superior a zero na redação.

Após inscrição no ProUni, o candidato terá prazo de dois dias úteis para comparecer à instituição e comprovar que atende aos requisitos. No caso de descumprimento do prazo, ou reprovação pela instituição, a bolsa volta a ser disponibilizada pelo sistema para nova inscrição.

Nesta etapa, a ocupação das bolsas do ProUni passa a ser por ordem de inscrição, sendo realizadas ao longo do semestre, de acordo com a disponibilidade das bolsas. Lilian Nascimento esclarece que estudantes, inclusive aqueles já matriculados no ensino superior, precisam ficar atentos às bolsas disponíveis, que variam de um dia para outro. Ela também alertou sobre o prazo para inscrição.

“É importante observar o prazo final para inscrição, que pode variar de acordo com a situação do estudante: candidato não matriculado no curso da instituição de educação superior em que deseja se inscrever à bolsa remanescente, deve efetuar inscrição até o dia 7 de setembro de 2014; e candidato já matriculado no curso em que deseja se inscrever, até o dia 1º de dezembro de 2014”, afirmou.

Vagas para professores 
Para ajudar a qualificar o ensino básico, nesta nova fase ainda podem se inscrever professores do ensino básico público (quadro permanente) sem diploma de curso superior e que pretendam cursar licenciatura. Neste caso, não são exigidas participação no Enem ou comprovação da renda.

Para professores – e para estudantes inscritos no último processo seletivo do Prouni em cursos que não formaram turma – as inscrições para as vagas remanescentes estão abertas desde segunda-feira (18).

ProUni
O programa concede bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições privadas de ensino superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros, sem diploma de nível superior. Para concorrer às bolsas integrais, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa. Desde a sua criação, em 2005, o programa já concedeu mais de 1,48 milhão de bolsas de estudo.

bolsas remanescentes do PROUNI

* Fonte: Blog do Planalto/MEC

Eleições 2014/Pernambuco: Paulo Câmara retoma campanha com festiva caminhada em Recife *

 

 

Paulo retoma campanha com

muita emoção nas ruas do Recife

 

 –  (Veja a agenda do candidato para essa quinta-feira, 21)
Segundo os organizadores, cerca de 6 mil pessoas acompanharam a caminhada do candidato da Frente popular a governador

Segundo os organizadores, cerca de 6 mil pessoas acompanharam a caminhada do candidato da Frente popular a governador

Socialista recebeu o carinho dos recifenses que enxergam nele o candidato capaz de avançar nas conquistas de Eduardo

 

Mais de seis mil pessoas tomaram as ruas do Centro do Recife, nesta quarta-feira (20), para protagonizar a emocionante retomada da campanha que levará Paulo Câmara (PSB) ao Palácio do Campo das Princesas. A caminhada reuniu militantes, aliados, e, principalmente, populares, que faziam questão de mostrar que enxergam no socialista a continuidade com avanços do projeto iniciado pelo ex-governador Eduardo Campos. Acompanhado do seu companheiro de chapa Raul Henry (PMDB/vice), Paulo foi abraçado, beijado e “intimado” a dar prosseguimento às transformações que mudaram a vida dos pernambucanos nos últimos anos.

Ao final Paulo Câmara agradeceu dizendo: "Estamos, meus amigos, mais unidos e mais fortes do que nunca", cravou.

Ao final Paulo Câmara agradeceu dizendo: “Estamos, meus amigos, mais unidos e mais fortes do que nunca”, cravou.

Levado pela esperança demonstrada nos olhos daqueles que o cumprimentavam, Paulo Câmara reforçou o seu compromisso de honrar o legado de Eduardo Campos, avançando nas conquistas. “Estou, como Eduardo estaria, muito feliz. Vamos fazer ainda mais porque Eduardo preparou o Estado para isso. Vamos avançar cada vez mais”, afirmou o postulante, destacando o efeito da energia dispensada pelos pernambucanos nesse momento de superação. “Estou animado, motivado, confiante e empolgado com essa demonstração da militância da Frente Popular”, exaltou Câmara, na Tribuna 40, sendo aplaudido pela multidão que se reuniu no local de encerramento da caminhada.

UNIDADE- A caminhada que marcou a retomada da campanha de Paulo Câmara foi prestigiada por representantes de todas as alas da Frente Popular. Deputados, vereadores, prefeitos e militantes marcharam ao lado do candidato ao Governo do Estado. “Estamos, meus amigos, mais unidos e mais fortes do que nunca”, cravou.

AGENDA do candidato Paulo Câmara desta quinta-feira, 21 de agosto

 

8h – Gravação do Guia Eleitoral

Local: Urso Filmes

 

18:30h – Entrevista em Estúdio para o NETV 2 Edição

Local: TV Globo

* Fonte: Imprensa Paulo Câmara Governador

Eleições 2014/Presidente: PSB oficializa a chapa MARINA/BETO *

 

 

PSB oficializa chapa

presidencial com Marina

e Beto Albuquerque

 

 

Beto Albuquerque discursa na sede do PSB; à mesa, sentada, a candidata a presidente Marina Silva, ao lado de dirigentes do PSB (Foto: Filipe Matoso / G1)

Beto Albuquerque discursa na sede do PSB; à mesa, sentada, a candidata a presidente Marina Silva, ao lado de dirigentes do PSB (Foto: Filipe Matoso / G1)

Decisão foi tomada após cúpula do partido se reunir em Brasília. Legenda tem até sábado (23) para registrar nova chapa no TSE.

 

Após reunir a Comissão Executiva Nacional do partido, o PSB anunciou na noite desta quarta-feira (20) a ex-senadora Marina Silva como candidata a presidente da República e o deputado federal Beto Albuquerque (PSB-RS) como candidato a vice.

O anúncio foi feito após a reunião, na sede do partido, em Brasília. Segundo Beto Albuquerque, a chapa recebeu aprovação unânime da executiva.  Com a decisão, a legenda tem até o próximo sábado (23) para registrar a nova chapa junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A mudança na cabeça de chapa é anunciada uma semana depois da morte do candidato Eduardo Campos em um acidente aéreo, em Santos (SP) – Marina Silva era a candidata a vice. Além do ex-governador de Pernambuco, morreram outras seis pessoas, dos quais dois pilotos e quatro assessores de campanha.

Após reunir a Comissão Executiva Nacional do partido, o PSB anunciou na noite desta quarta-feira (20) a ex-senadora Marina Silva como candidata a presidente da República e o deputado federal Beto Albuquerque (PSB-RS) como candidato a vice.

O anúncio foi feito após a reunião, na sede do partido, em Brasília. Segundo Beto Albuquerque, a chapa recebeu aprovação unânime da executiva.  Com a decisão, a legenda tem até o próximo sábado (23) para registrar a nova chapa junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A mudança na cabeça de chapa é anunciada uma semana depois da morte do candidato Eduardo Campos em um acidente aéreo, em Santos (SP) – Marina Silva era a candidata a vice. Além do ex-governador de Pernambuco, morreram outras seis pessoas, dos quais dois pilotos e quatro assessores de campanha.

Leia a Íntegra:

PSB oficializa chapa Marina-Albuquerque à Presidência

* Fonte: G1

Pernambuco: Mais Carros-Pipas para Municípios em Situação de Emergência *

 

 

 

 

 

 

Defesa Civil credencia carros pipa 

para abastecer municípios em

situação de emergência


Situarave nos municípios em situação de emergênciação continua g

Situarave nos municípios em situação de emergênciação continua g


 

 

 

A Casa Militar de Pernambuco, através da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CODECIPE) convoca os proprietários de carros pipa que operam no Interior de Pernambuco para que possam se credenciar para fornecer água potável às comunidades atingidas pela estiagem em 22 municípios atendidos pela Operação Carro-Pipa.

 

O edital, publicado no último dia 15 de agosto de 2014, abre inscrição para que os fornecedores sejam pessoas físicas ou jurídicas, possam se habilitar ao serviço de abastecimento de água potável.  A inscrição para o credenciamento poderá ser feita até 15 dias após publicação no Diário Oficial, das 8h às 13h e a escolha das rotas será feita através de sorteio público.

 

Para se habilitar, o interessado deve possuir reservatório (pipa) com capacidade mínima de sete metros cúbicos, autorizar a instalação de aparelho GPS (para controle do Estado) e só captar água nos mananciais estabelecidos pela Codecipe. Os interessados não poderão terceirizar o serviço nem concorrer, simultaneamente, em mais de um município e deverão entregar a documentação de acordo com as exigências previstas no Edital.

As inscrições estão sendo feitas nos Batalhões da Polícia Militar e nos Grupamentos do Corpo de Bombeiros nas cidades relacionadas nos quadros abaixo.

Esta é mais uma ação do Comitê Integrado de Convivência com o Semiárido, criado pelo Governo do Estado para o enfrentamento da estiagem, onde a Casa Militar, através da CODECIPE, executa diversas ações.

O edital está disponível no site www.licitacoes.pe.gov.br e existe demanda para contratar 113 carros pipa.

 

Dúvidas podem ser esclarecidas no Programa Operação Pipa da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CODECIPE), telefone 3181.2493, das 14 às 18h, em dias úteis.

 

SERVIÇO:

 

LOCAIS PARA ENTREGA DE DOCUMENTOS, VISTORIAS E SORTEIO PARA O CREDENCIAMENTO

 

Local para entrega dos documentos para o Credenciamento;

 

DATA / HORA LOCAL TODOS OS PIPEIROS NOS MUNICÍPIOS DE:
Até 15 dias após a publicação na imprensa oficial 23º Batalhão de Polícia Militar – Afogados da Ingazeira  – Terezinha dos Santos Marques, s/n, Bairro Manuela Valadares. Afogados da Ingazeira.

(TENENTE PM ALBERTO TORRES E TENENTE BM ROGÉRIO ALVES)Afogados da Ingazeira, Brejinho e Carnaíba.6º Grupamento de Bombeiros/ Garanhuns – Rua Pedro Rocha, n 131, Heliópolis CEP: 55.295-470 – Garanhuns.

(TENENTE BM JOSEMAR)Angelim, Canhotinho, Correntes, Jurema,  Lagoa do Ouro, Saloá, São Bento do Una,  São João e Terezinha.2º Grupamento de Bombeiros – Caruaru – Rodovia BR 104 s/n Nova Caruaru, Caruaru PE – 55024-970

(TEN BM LOURIVAL E TEN BM RENATO)Agrestina, Caruaru, Ibirajuba, Passira, Sairé, Sanharó, e São Joaquim do Monte.3º Batalhão de Polícia Militar – Arcoverde – Rodovia Br-232 , s/n km 256 , Jardim Planalto, Arcoverde  –  PE. 

(TENENTE PM MACIEL E TENENTE BM AMORIM)Buíque, Itaíba e Manari.

 

Local para vistorias dos carros-pipa;

DATA / HORA LOCAL TODOS OS PIPEIROS NOS MUNICÍPIOS DE:
Até 15 dias após a publicação na imprensa oficial 23º Batalhão de Polícia Militar – Afogados da Ingazeira – Terezinha dos Santos Marques, s/n, Bairro Manuela Valadares. Afogados da Ingazeira.

(TENENTE PM ALBERTO TORRES E TENENTE BM ROGÉRIO ALVES)Afogados da Ingazeira, Brejinho e Carnaíba.9º Batalhão de Polícia Militar – Garanhuns – Av Rui Barbosa, S/N Heliópolis CEP: 55.295-530 – Garanhuns.

(TEN PM CLÉNIO E TENENTE BM JOSEMAR)Angelim, Canhotinho, Correntes, Jurema,  Lagoa do Ouro, Saloá, São Bento do Uma,  São João e Terezinha.4º Batalhão de Polícia Militar – Caruaru –  Br 104 , S/N , KM 67, Caruaru, Caruaru  –  PE 

(TENENTE PM LUCIANO E TENENTE BM LOURIVAL) Agrestina, Caruaru, Ibirajuba, Passira, Sairé, Sanharó, e São Joaquim do Monte.3º Batalhão de Polícia Militar – Arcoverde – Rodovia Br-232 , s/n km 256, Jardim Planalto, Arcoverde  –  PE 

(TENENTE PM MACIEL E TENENTE BM AMORIM) Buíque, Itaíba e Manari.

 

  • Local do Sorteio Público e divulgação dos Credenciados;
DATA / HORA LOCAL TODOS OS PIPEIROS NOS MUNICÍPIOS DE:
Após o término do credenciamento Caruaru – Centro Tecnológico do ITEP Agrestina, Caruaru, Passira, Sairé e São Joaquim do Monte.
Afogados da Ingazeira – X GERES – Saúde Afogados da Ingazeira, Brejinho e Carnaíba.
Arcoverde – Estação Experimental do IPA, BR 232, ao lado do 3º BPM. Buíque, Itaíba e Manari.
Garanhuns – IPA, sito à Av. Caruaru, 228 ? Heliópolis. Angelim, Correntes, Lagoa do Ouro, Saloá, São João e Terezinha.
São Bento do Una – Rua Dr. João Valença,06  Centro/  São bento do Una. Canhotinho, Jurema, Ibirajuba, Sanharó, São Bento do Una.

 

Divulgação dos Sorteados aptos para o Credenciamento (até 05 dias úteis após o sorteio)

 

Fonte: Secretaria da Casa Militar

 

Brasil/Judiciário: Ministro Barroso ANULA decisão de Joaquim Barbosa no Caso do Mensalão *

 

 

 

Barroso anula decisão de

Barbosa de leiloar bens

de condenados

 

 

A decisão de Barbosa que determinava o leilão foi tomada em junho passado. Agora o ministro Barroso reformou a decisão

A decisão de Barbosa que determinava o leilão foi tomada em junho passado. Agora o ministro Barroso reformou a decisão

 

 

O ministro Luís Roberto Barroso tornou sem efeito uma decisão do ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa que determinava a realização de um leilão com bens bloqueados de condenados no processo do mensalão, entre eles os publicitário Marcos Valério, Ramon Hollerbach e Cristiano Paz.

De acordo com Barroso, decisões relativas aos bens bloqueados devem ser tomadas pela Justiça de primeira instância através das Vara de Execuções Penais. Segundo o ministro, cabe a ela decidir o destino dos bens e a possível realização de um leilão.

Em seu voto, Barroso destacou que o próprio pleno do tribunal definiu que as questões que o STF não tivesse “expressamente” reservado para si deveriam ser tomadas pelo juízo competente, no caso, a Vara da Execuções.

A decisão de Barbosa que determinava o leilão foi tomada em junho passado. Entre os bens bloqueados e que seriam vendidos há carros de luxo, cavalos saltadores, casas, apartamentos, lojas e terrenos.

Além dos publicitários, a decisão também beneficia a mulher de Valério, Renilda de Souza, e seu então advogado na época do mensalão Rogério Lanza Tolentino, bem como empresas ligadas ao grupo.

O advogado de Valério, Marcelo Leonardo, considerou positiva a decisão de Barroso. De acordo com ele, a posição de Barbosa era “ilegal” pois foi tomada unicamente pelo ministro. “Essa era uma questão para o plenário julgar”, disse.

Com o caso na primeira instância, as defesas poderão apresentar mais recursos contra eventuais decisões que considerem desfavoráveis a seus clientes.

* Fonte: Folha SP/SEVERINO MOTA DE BRASÍLIA

Eleições 2014/Presidente: PSB oficializa sua nova chapa – Marina e Beto Albuquerque *

 

PSB oficializa em nota

chapa com Marina Silva

e Beto Albuquerque

PSB oficializa sua chapa - Marina Silva e Beto Albuquerque

PSB oficializa sua chapa – Marina Silva e Beto Albuquerque

Vice de Eduardo Campos será a cabeça da chapa na disputa pelo Planalto enquanto líder do partido na Câmara será o suplente

 

 

Em nota divulgada na noite desta terça-feira, o PSB confirmou a indicação do líder da bancada na Câmara dos Deputados, Beto Albuquerque (RS), para compor a chapa presidencial que será liderada pela ex-senadora Marina Silva. No documento assinado pelo presidente da sigla, Roberto Amaral, o partido informa que a chapa será sacramentada em reunião da Executiva Nacional amanhã, às 15h, em sua sede em Brasília.

Amaral disse que a viúva de Eduardo Campos, Renata Campos, foi consultada sobre a possibilidade de ser a vice de Marina Silva, mas ela declinou do convite porque além de ter “compromissos familiares”, ela precisa dedicar seus primeiros esforços para eleger Paulo Câmara ao governo de Pernambuco. Segundo a nota, a vitória de Câmara era um sonho que Eduardo “sempre sonhou”.

O presidente da sigla esteve reunido durante todo o dia em Recife com dirigentes do PSB pernambucano e, nesta tarde, ouviu a cúpula do partido sobre a composição da candidatura.

* Fonte: Estadão

Eleições 2014/Presidente: As chances de Marina são reais ? Sim. Até que ponto? *

 

Projeções de sucesso de

Marina são precipitadas,

dizem analistas

 

 

Para 'Financial Times', Marina pode liderar votos de 'todos contra Dilma' no 2º turno

Para ‘Financial Times’, Marina pode liderar votos de ‘todos contra Dilma’ no 2º turno

 

 

É preciso cautela para analisar pesquisas eleitorais que apontem a ida da ex-senadora Marina Silva para o segundo turno da eleição presidencial, já que os resultados podem refletir efeitos emocionais passageiros gerados pela morte do ex-candidato à Presidência Eduardo Campos, segundo analistas ouvidos pela BBC Brasil.

Uma pesquisa do Datafolha divulgada nesta segunda-feira sugere que Marina, que na quarta-feira deverá ser anunciada como a nova candidata do PSB à Presidência, teria 21% dos votos no primeiro turno da eleição.

O desempenho a colocaria em empate técnico com o mineiro Aécio Neves, candidato do PSDB, que teria 20% das intenções de voto. Segundo a pesquisa, a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, lideraria a corrida, com 36%.

Se Dilma e Marina fossem para o segundo turno hoje, segundo o Datafolha, ocorreria um empate técnico – a ex-senadora teria 47% dos votos, contra 43% da presidente. Numa disputa com Aécio, Dilma venceria por 47% contra 39%, de acordo com a pesquisa.

Cientistas políticos avaliam, no entanto, que as projeções de votos para Marina podem refletir uma comoção temporária com a morte de Campos, e que a ex-senadora enfrentará importantes obstáculos para consolidar sua candidatura e concorrer com chances de vitória.

Recall

Para Roberto Romano, professor de filosofia da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas, em São Paulo), o desempenho de Marina reflete uma espécie de “recall”.

Ela foi muito bem votada em 2010, é figura conhecida e tem essa aura de alguém que não iria repetir procedimentos perniciosos da política nacional”, disse ele à BBC Brasil.

O desempenho a colocaria em empate técnico com o mineiro Aécio Neves, candidato do PSDB, que teria 20% das intenções de voto. Segundo a pesquisa, a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, lideraria a corrida, com 36%.

Se Dilma e Marina fossem para o segundo turno hoje, segundo o Datafolha, ocorreria um empate técnico – a ex-senadora teria 47% dos votos, contra 43% da presidente. Numa disputa com Aécio, Dilma venceria por 47% contra 39%, de acordo com a pesquisa.

Cientistas políticos avaliam, no entanto, que as projeções de votos para Marina podem refletir uma comoção temporária com a morte de Campos, e que a ex-senadora enfrentará importantes obstáculos para consolidar sua candidatura e concorrer com chances de vitória.

Propaganda eleitoral

Para Antonio Carlos Mazzeo, professor em Teoria Política da Universidade Estadual Paulista (Unesp), um importante obstáculo para a campanha de Marina é a “fragilidade” de seu partido em comparação com as máquinas partidárias por trás de seus principais adversários, Dilma e Aécio.

Além disso, diz ele, a ex-senadora terá muito menos tempo de propaganda eleitoral gratuira que seus maiores concorrentes. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Marina contará com apenas 2 minutos e 3 segundos nas propagandas exibidas às terças, quintas e sábados, enquanto Dilma terá 11 minutos e 24 segundos e Aécio, 4 minutos e 35 segundos.

Leia a íntegra:

Mais:  As chances de Marina em seis pontos

* Fonte: BBC Brasil/ João Fellet Da BBC Brasil em Brasília

Brasil/Saúde: O Caos da saúde atinge 93% da população, segundo o CFM *

 

 

CFM: 93% dos brasileiros

estão insatisfeitos com

saúde pública e privada

 

 

Caos na saúde pública e privada. Cada dia piora mais

Caos na saúde pública e privada. Cada dia piora mais

 

 

Os serviços públicos e privados de saúde no Brasil são considerados regulares, ruins ou péssimos por 93% da população. É o que indica pesquisa do Instituto Datafolha feita a pedido do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Paulista de Medicina (APM). Para o CFM, os dados apontam insatisfação dos brasileiros com os serviços. O levantamento mostra que os principais problemas enfrentados pelo setor incluem filas de espera, falta de acesso aos serviços públicos e má gestão de recursos. De acordo com o estudo, a saúde é apontada como a área de maior importância para 87% dos brasileiros. Para 57%, o tema deve ser tratado como prioridade pelo governo federal.

A pesquisa foi feita entre os dias 3 e 10 de junho de 2014 e ouviu 2.418 homens e mulheres com idade mínima de 16 anos em todos os estados brasileiros. A margem de erro é 2 pontos percentuais.

Os dados revelam que, em relação ao Sistema Único de Saúde (SUS), os pontos mais críticos são os relacionados ao acesso e ao tempo de espera. Mais da metade dos entrevistados que buscaram atendimento na rede pública relataram ser difícil ou muito difícil conseguir o serviço pretendido – sobretudo cirurgias, atendimento domiciliar e procedimentos específicos como hemodiálise e quimioterapia.

Em relação à qualidade dos serviços, 70% dos que buscaram o SUS disseram estar insatisfeitos e atribuíram avaliações que variam de regular a péssimo. A percepção mais negativa está relacionada ao atendimento nas urgências, emergências e em pronto-socorros.

Entre os entrevistados, pelo menos 30% declararam estar aguardando ou ter alguém na família aguardando a marcação ou a realização de algum procedimento na rede pública. Mesmo entre os que têm plano de saúde, 22% aguardam algum tipo de atendimento no SUS.

Os dados mostram que duas em cada dez pessoas ouvidas conseguiram ser atendidas no prazo de um mês, enquanto 29% aguarda há mais de seis meses para ter a demanda atendida. O grupo que passa mais tempo aguardando atendimento do SUS são as mulheres com idade entre 25 e 55 anos, que concluíram o ensino fundamental e residem na Região Sudeste.

O presidente do CFM, Roberto Luiz d’Avila, avaliou que o resultado apontado pela pesquisa é de insatisfação com a saúde como um todo. “As respostas estão aí para serem analisadas”, disse. “Não somos nós, médicos, que continuamos a dizer que a insatisfação é muito grande. No nosso meio, temos certeza absoluta de que esse atendimento é insatisfatório. E eu diria mais: é prejudicial“, completou.

Já o vice-presidente do conselho, Carlos Vital, classificou as dificuldades enfrentadas pelo setor como crônicas. “Vivemos uma fase de agonização desse problema nos últimos 12 anos”, disse. “Orçamento e administração são os principais problemas. Não podemos continuar nessa espera. Vidas humanas se perdem nesse processo“, concluiu.

Na pesquisa, os entrevistados avaliaram os serviços da saúde como um todo no país (público e privado) e do SUS.

O Ministério da Saúde informou que os recursos destinados à rede pública mais que triplicaram nos últimos 11 anos, passando de R$ 27,2 bilhões em 2003 para R$ 91,6 bilhões em 2014. Esses recursos, segundo a pasta, garantiram resultados como a cobertura de cerca de 60% da população pelas equipes de Saúde da Família, com ampliação do acesso a 50 milhões de brasileiros, atendidos pelos 14,4 mil médicos do Programa Mais Médicos; 75% da população com acesso ao Samu; mais de 90% da cobertura vacinal, incorporando todas as vacinas preconizadas pela Organização Mundial da Saúde; manutenção do maior sistema de transplante público do mundo, com 95% do total de transplantes realizados no SUS; e ampliação, desde 2011, de mais de 16 mil leitos do SUS em unidades mais próximas da casa do cidadão.

“Importante esclarecer que a gestão e o financiamento do SUS são compartilhados entre União, estados e municípios”, finalizou o ministério.

* Fonte: CFM/Conselho Federal de Medicina/AEB

Justiça Federal: Ex-prefeito é condenado a 13 anos de prisão *

 

 

Claudiano Martins é

condenado a 13 anos de

prisão por desvio de verbas

 

 

justiça federal logo

Para a Justiça, ex-prefeito de Itaíba, PE, desviou R$ 1.583.435,30 em verbas. Ele sacava dinheiro da União que era destinado a empresas, segundo MPF

 

 A Justiça Federal em Pernambuco (JFPE) condenou Claudiano Ferreira Martins a 13 anos e dois meses de prisão, além de perda de aptidão a cargos e funções públicas pelo prazo de cinco anos. No entendimento do juiz federal, ele desviou R$ 1.583.435,30 vindos de cinco ministérios federais, de 1997 a 2000 e de 2001 a 2004, quando era prefeito de Itaíba, município do Agreste pernambucano. A decisão, no entanto, cabe recurso. O G1 não conseguiu localizar os advogados do acusado.

Os valores vieram dos ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA), do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), da Educação (MEC), da Integração Nacional (MIN) e da Saúde (MS). As informações são da assessoria de imprensa do Ministério Público Federal (MPF), que pôs o caso na Justiça em 2011. “Os recursos deveriam ter sido destinados a obras de saneamento básico, construção de estradas, recuperação e construção de córregos, bem como aos programas Educação de Jovens e Adultos (EJA) e de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI)”, de acordo com o departamento.

Fraudes

Os crimes são de responsabilidade e de associação criminosa. Segundo o MPF, Claudiano Martins conseguia convênios com o governo federal, fraudava licitações, contratava empresas inexistentes ou que tinham ligação para crimes. “O dinheiro repassado pela União era sacado diretamente pelo ex-prefeito ou por terceiros sem relação com as empresas que deveriam receber os valores”, ainda de acordo com a assessoria. As supostas prestadoras de serviço entregavam à prefeitura notas fiscais falsas para prestar as contas.

“O ex-gestor também não comprovou o funcionamento dos programas sociais e educacionais e o recebimento de mercadorias e produtos adquiridos pela prefeitura”, complementa o departamento de Comunicação. O processo original – que envolve mais 18 pessoas – pode ser consultado na íntegra no site da JFPE com o número 0001399-04.2011.4.05.8310.

Improbidade

Em fevereiro deste ano, Claudiano Ferreira Martins e Brás José Nemézio Silva, também ex-prefeito do município, foram condenados por improbidade administrativa a devolver aproximadamente R$ 1,43 milhão aos cofres públicos. A decisão também foi da JFPE.

Eles foram condenados ainda à perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por dez anos e ao pagamento de multa civil. Os dois foram também proibidos de contratar com o poder público ou receber benefícios fiscais ou creditícios também por dez anos. À época, a assessoria da JFPE informou que eles poderiam recorrer em segunda instância no Tribunal Regional Federal da 5ª Região. Tal processo está registrado sob o número 0011950-44.2009.4.05.8300.

Fonte: G1/Justiça Federal-Secção Caruaru

Artigo/Opinião: Quem tem medo de Marina Silva ? *

 

Quem tem medo de Marina?

 

Números percentuais da pesquisa pra o 2º turno assustam os concorrentes

Números percentuais da pesquisa pra o 2º turno assustam os concorrentes

 

 

Viúva política de Eduardo Campos, a coerência dela assusta a quase todos. Não é normal no Brasil

 

 

Os olhos de Marina Silva falaram muito na semana passada. Sombrios, avermelhados, estavam ora cabisbaixos, ora elevados ao céu em conversa particular com seus santos. Nenhuma maquiagem. Acima dos olhos, as sobrancelhas espessas, sem depilação. Abaixo dos olhos, as olheiras escuras, sem disfarce.

O coque, a echarpe preta, a austeridade, sem choro ou afobações. Maria Osmarina Marina Silva Vaz de Lima, nascida no Acre em fevereiro de 1958, filha de seringueiros migrantes cearenses, contaminada por mercúrio aos 6 anos, analfabeta até os 16, aluna do Mobral, ex-empregada doméstica, formada em história, sobrevivente de malárias, hepatites e uma leishmaniose, continua a mesma. É evangélica, sempre se despede com um “vá com Deus”, mas não busca abertamente o voto dos crentes. Essa coerência assusta a quase todos. Não é normal no Brasil.

Marina é a viúva política de Eduardo Campos, queiram ou não. Talvez nunca um candidato tenha citado tanto seu vice. Ela passou dez meses ao lado de Campos, calada em público mesmo quando divergia. Era curioso o contraste físico e de personalidades. Campos esfuziante, forte, com o sorriso aberto e o brilho dos olhos azuis. Marina morena, magra, séria, sóbria e discreta. Agora, terá de falar – e muito. O que manteve Marina silenciosa nos dias após a tragédia foi um misto de luto, elegância e prudência.

Há raposas em todos os partidos – no PT, no PSDB e também no PSB – em busca dos destroços e holofotes. Querem decifrar a caixa-preta dos eleitores órfãos e herdar os votos da terceira via. A família de Campos, em meio a lágrimas e ao sofrimento, foi a primeira a legitimar Marina como herdeira natural do slogan da “coragem” para mudar o país. “Não vamos desistir do Brasil”, disse Campos. A ex-senadora Marina é a herdeira do “voto-comoção”.

Todos os obituários de Campos a fortalecem, porque compartilhavam valores e a dissidência do petismo.

“Se tenho um exemplo a dar com minha trajetória, é o da coragem, que não é a da força bruta, mas de saber manejar sonhos e catalisar energia”, disse Marina. A declaração poderia ter sido feita na semana passada. Foi há mais de dez anos, quando era ministra do Meio Ambiente de Lula.

Essa falta de medo está tatuada na pele de Marina. Em 1988, quando assumiu a CUT e a política do Acre depois de Chico Mendes ser assassinado, afirmou que não sofria amea­ças: “Um corpo frágil não assusta ninguém”.

Quando José Dirceu, já ex-ministro, escreveu que o mandato de Marina pertencia ao PT, ela reagiu dizendo que já havia enfrentado madeireiros, fazendeiros, cangaceiros: “Com certeza, o Zé não fez isso para me intimidar; não faz parte do caráter dele”.

Há cinco anos, em agosto de 2009, depois de engolir muito sapo, Marina trocou o PT pelo PV para se candidatar à Presidência. Era pelo verde, pelo social e por muito mais que saía de perto de Lula e da mãe do PAC, Dilma Rousseff. Colheu quase 20 milhões de votos, deixou o PV após a eleição de 2010 e tentou, no ano passado, abrir um novo partido, Rede Sustentabilidade. Nome péssimo para o marketing político – mas, de novo, coerente. Não é uma sigla vazia.

Sem o limite mínimo de assinaturas válidas, Marina ignorou os companheiros xiitas e pendurou sua Rede no PSB de Eduardo Campos em outubro de 2013. Foi uma jogada de xadrez do tipo “vocês terão de me engolir”. Ela não podia imaginar o que o tabuleiro político lhe reservava ainda nesta eleição. Na fumaça da tragédia, em suas orações diárias, a Marina fundamentalista precisa pedir três coisas: sabedoria, sabedoria, sabedoria.

Uma vez, Marina escreveu um artigo para a imprensa chamado “O improvável e o imprevisível”. Um título quase premonitório. Foi seis anos atrás, ela ainda estava no PT. Citava várias vezes a filósofa alemã Hannah Arendt para criticar a arrogância dos partidos, que se consideram donos da energia política da sociedade. Eis um trecho, editado:

“O sentido da política é a liberdade. Os cidadãos e cidadãs estão criando uma política livre, viva, na academia, nos movimentos culturais, no consumo consciente, na internet, nas empresas, nas ONGs, nas igrejas. O grande desafio da democracia é criar espaços múltiplos de participação política, nos quais os partidos sejam parceiros e não guias. Os homens, enquanto puderem agir, são aptos a realizar o improvável e o imprevisível. É o que a sociedade brasileira está fazendo. E os partidos ainda não se tocaram”.

Marina escreveu isso em 2008. Seu pescoço projeta veias caudalosas. Sua voz é arranhada. Rugas estão intactas. Não parece se curvar facilmente a nenhum “media training”. Por que será mesmo que tem tanta gente com medo dela?

ruth aquino revista época

* Fonte/Autora; Revista Época/ Ruth de Aquino