Category Archives: Evento

Pesqueira/Circuito do Frio: Caminhão do Artesanato de Pernambuco dá o toque na festa da renascença *

Unidade Móvel do Artesanato de Pernambuco participa do ciclo de Festivais Pernambucano Nação Cultural

 

 

A unidade vai expor uma diversidade de peças artesanais, de cada cidade que receberá o Festival e de seus municípios vizinhos

Caminhão do artesanato – A unidade vai expor uma diversidade de peças artesanais, de cada cidade que receberá o Festival e de seus municípios vizinhos

 

 

 

A unidade Móvel do Artesanato de Pernambuco integrará o ciclo de Festivais Pernambucano Nação Cultural e passará pelos seguintes municípios: Pesqueira, Paulista e Gravatá. A primeira parada da unidade será em Pesqueira, quando ela fará parte da 14ª Festa da Renda e da Renascença até 30 de agosto. Depois é a vez de Paulista. A carreta fica lá entre 2 e 7 de setembro. Por fim, a última parada da Unidade Móvel é no encerramento do festival no município de Gravatá, de 8 a 15 de setembro.

A unidade vai expor uma diversidade de peças artesanais, de cada cidade que receberá o Festival e de seus municípios vizinhos. A proposta é levar e comercializar bens e produtos culturais, interiorizando a cultura e dinamizando a economia da Cultura em nosso Estado.

Além da Unidade Móvel, o Artesanato de Pernambuco é apresentando e comercializado no Centro de Artesanato, nas Unidades Recife e Bezerros.

Fonte: AD-Diper
Foto: Divulgação/AD-Diper

Eleições 2014/Pernambuco: Paulo Câmara – “3 mil alunos no Ganhe o Mundo e Piso do Professor dobrado…” *

Paulo vai dobrar o salário

dos professores do Estado

 

 

Promessas de Paulo: 3 mil alunos no Ganhe o Mundo e dobrar o Piso dos professores do estado

Promessas de Paulo: 3 mil alunos no Ganhe o Mundo e dobrar o Piso dos professores do estado

 

 

 

Candidato também assumiu o compromisso de aumentar para 3 mil o número de alunos do Ganhe o Mundo

Representantes da comunidade escolar de Pernambuco se reuniram, nesta quarta-feira (27), para declarar seu apoio ao candidato da Frente Popular ao Governo Estadual, Paulo Câmara (PSB). Em discurso para mais de 5 mil pessoas, entre docentes, gestores, estudantes, familiares de alunos, servidores e funcionários da rede de ensino, o socialista assumiu o compromisso de duplicar, até 2018, o piso salarial dos professores do Estado. “Avançamos muito na Educação desde 2007, mas ainda é preciso construir muito mais. Precisamos qualificar mais e remunerar melhor os nossos professores. Nos quatro anos do meu mandato, seremos capazes de dobrar a remuneração da categoria”, garantiu.

Além do reajuste, Paulo também declarou que vai aumentar de 1,6 mil para 3 mil o número de alunos que participam anualmente do programa Ganhe o Mundo, onde os estudantes têm a oportunidade de conhecer um país estrangeiro e aprender uma nova língua. A iniciativa também amplia as vagas para que os professores de toda a rede participem de programas de mobilidade acadêmica (hoje, existem programas voltados para aqueles que exercitam o ensino de línguas). Os recursos para colocar essas propostas em prática, explicou Câmara, estarão disponíveis por conta do aumento previsto da arrecadação e do modelo inteligente de gestão, que ele ajudou a implantar no Governo Eduardo Campos.

“Nos pouco mais de sete anos e meio do Governo Eduardo e João Lyra Neto (PSB), nós mais que dobramos essa remuneração. Isso mostra que esse Governo sabe construir, sabe tirar as coisas do papel. Há espaços fiscais para levantarmos esses recursos porque temos hoje um Estado enxuto. Também construímos as condições para o crescimento e atração de muitos investimentos, o que já acontece, mas que será ampliado bastante nos próximos anos. Isso significa aumento da arrecadação”, explicou Paulo.

O candidato também destacou o Programa Nova Escola Integrada de Pernambuco, que cuidará da formação dos estudantes do Estado desde a primeira infância até o Ensino Superior. Ele ressaltou, entre as propostas, a universalização das escolas em ensino integral, onde serão feitas parcerias com os municípios para que cada um deles tenha pelo menos uma unidade do tipo, garantindo matrícula a todo aluno da rede que quiser uma vaga. Paulo também ressaltou a Rede de Escolas Técnicas do Estado, que terá 40 unidades a partir de 2015, com capacidade para formar até 50 mil alunos, e a criação de uma Faculdade Técnica, para a formação de professores.

“O meu ideal é o mesmo que Eduardo tinha, e que pode ser expresso em uma frase que ele falou várias vezes e que eu repito hoje para vocês: ‘só quando o filho do rico estudar na mesma escola que o filho do pobre, teremos um Brasil forte e uma sociedade mais justa’. Esse é o meu sonho. E eu vou realizá-lo em Pernambuco. Para isso, contarei com a ajuda de todos vocês“, convocou Paulo Câmara.

* Fonte: Assessoria de Imprensa do PSB – Foto Aluízio  Moreira

Brasil: Presidente Dilma VETA novamente o Projeto de mais municípios *

 

 

Dilma veta pela segunda vez

novas regras para criação

de municípios

 

Presidente dilma. Vetou o projeto do congresso que criava MAIS municípios. Nem com óculos 3D...

Presidente dilma. Vetou o projeto do congresso que criava MAIS municípios. Nem com óculos 3D…

Texto havia sido negociado com o Planalto para que vetos fossem evitados. Fazenda justificou que medida poderia ‘desequilibrar’ recursos estaduais.

“Embora se reconheça o esforço de construção de um texto mais criterioso, a proposta não afasta o problema da responsabilidade fiscal na federação. Depreende-se que haverá aumento de despesas com as novas estruturas municipais sem que haja a correspondente geração de novas receitas.” Texto do veto da presidente Dilma Rousseff

A presidente Dilma Rousseff vetou integralmente o projeto de lei aprovado no início do mês pelo Senado que definia critérios para criação, emancipação e fusão de municípios. A decisão foi publicada na edição desta quarta-feira (27) do “Diário Oficial da União”.

A proposta havia sido elaborada após Dilma vetar integralmente, no ano passado, uma proposta semelhante, sob o argumento de que aumentaria as despesas públicas. Diante da ameaça de derrubada do veto pelo Congresso Nacional, a base aliada no Senado elaborou um novo texto, em acordo com o governo federal, tornando mais rigorosos os critérios para a emancipação de municípios.

Na justificativa do veto, dirigida ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), a chefe do Executivo federal afirmou ter consultado o Ministério da Fazenda sobre os possíveis efeitos da nova legislação. De acordo com Dilma, a pasta apontou que, embora negociado entre o governo e os parlamentares, o texto aprovado pelos congressistas geraria despesas para custear a criação dos novos municípios, mas não condicionava as emancipações ao aumento de receitas.

“Ouvido, o Ministério da Fazenda manifestou-se pelo veto ao projeto de lei complementar pelas seguintes razões: Embora se reconheça o esforço de construção de um texto mais criterioso, a proposta não afasta o problema da responsabilidade fiscal na federação. Depreende-se que haverá aumento de despesas com as novas estruturas municipais sem que haja a correspondente geração de novas receitas”, informou a presidente.

Com a decisão, o veto da presidente deverá ser analisado pelo Congresso em sessão conjunta da Câmara e do Senado. Os parlamentares poderão manter o veto ou derrubá-lo.

Leia a Íntegra:

* Fonte: G1

Eleições 2014/Pernambuco: Paulo Câmara diz que terá ações para potencializar turismo *

 

 

Paulo Câmara:

ações para potencializar

o Turismo em Pernambuco

 

 

Candidato Paulo fala ao trade de Pernambuco sobre as boas perspectivas

Candidato Paulo fala ao trade de Pernambuco sobre as boas perspectivas

 

Em encontro com o Trade, nesta quarta, candidato assumiu compromissos com o setor

 

 

A experiência acumulada durante a sua passagem na Secretaria de Turismo do Estado garantiu a Paulo Câmara (PSB) a percepção das demandas e, principalmente, das muitas possibilidades de avanços que o setor possui. Durante café da manhã, nesta quarta-feira (27), com o Trade Turístico, o candidato da Frente Popular ao Governo pontuou ações que desenvolverá, a partir de 2015, para potencializar os resultados de uma área que já representa 8% do Produto Interno Bruto (PIB) pernambucano. Junto com seu companheiro de chapa, Fernando Bezerra Coelho (PSB/senador), Paulo destacou que o segmento será beneficiado por iniciativas que melhorarão a infraestrutura dos municípios, além do apoio ao desenvolvimento das diferentes cadeias produtivas existentes.

A capacitação da mão-de-obra foi indicada por Paulo Câmara como um compromisso seu para o fortalecimento do segmento em Pernambuco. O socialista ressaltou que a administração estadual ofertará, através de diferentes mecanismos, oportunidades para que a população possa contribuir mais com o Trade.

“Com as escolas técnicas e as escolas em tempo integral com cursos para as vocações das regiões do Estado, os municípios poderão apresentar uma mão-de-obra mais qualificada e que ajudará a melhorar os números do Turismo também”, frisou Paulo, destacando que Pernambuco já possui a maior rede de ensino integral do País e ampliou em mais de seis vezes as ofertas de vagas do ensino técnico. “Temos quarenta escolas com esse perfil no Estado”, lembrou.

Paulo revelou que projeta recuperar e ampliar o número de equipamentos que contribuem para o desenvolvimento de segmentos, como o turismo de negócios. Entre as medidas que serão implementadas pelo socialista está a conclusão do Centro de Convenções de Olinda (Cecon). “O projeto já está pronto e nós vamos fazer. Teremos um Cecon mais moderno e que atenderá as demandas existentes. Mas não vamos esquecer outras regiões do Estado e da necessidade de ter novos equipamentos. Teremos outros aparelhos que ajudarão na realização de eventos”, apontou.

Presidente da Associação Brasileira de Empresa de Eventos (ABEOC), Tatiane Marques elogiou a capacidade demonstrada por Paulo em sentar com o Trade para discutir o setor. “Ele mostrou que tem disposição de fazer, disponibilidade de ouvir. Temos que exaltar isso e discutir juntos, para que possamos ter um Turismo mais forte em Pernambuco”, afirmou.

Em sua fala, Fernando Bezerra Coelho destacou a importância de investimentos para criar um ambiente necessário à atração de empreendimentos. “Temos que ampliar nossa malha aérea, consolidando mais aeroportos no interior com rotas comerciais. O turismo de negócios é uma vocação que deve ser estimulado, porque gera mais renda e empregos”, disse Fernando. Ele destacou, ainda, que no Senado, lutará para ampliar a qualificação profissional, preparando mais pessoas para trabalhar na indústria do Turismo, que atualmente gera mais de 300 mil postos de trabalho com carteira assinada.

* Fonte: Assessoria de Imprensa do PSB

Artigo/Opinião: Marina – perspectivas reais de vitória *

Marina se destaca nas pesquisas

Ibope e CNT e projeções lhe dão

vitória na eleição

 

 

Marina. Enfrentou a sanha virulenta de William Bonner e venceu com equilíbrio e firmeza. Deixou a "fera" abatida

Marina. Enfrentou a sanha virulenta de William Bonner e venceu com equilíbrio e firmeza. Deixou a “fera” abatida

 

 

 

 

Com números muitos parecidos, as novas pesquisas do Ibope e do MDA/CNT, publicadas nos dias 26 e 27 deste mês de agosto, exibem o protagonismo de Marina Silva no novo quadro eleitoral que se desenhou após a morte de Eduardo Campos.

Os números são expressivos: na média das duas pesquisas, Marina pontua 28,6% de intenções de voto e já aparece a apenas cinco pontos e meio de Dilma Rousseff, que continua liderando com 34,1%. Aécio obteve 17,5%, relegado, agora, ao terceiro lugar. Os outros candidatos somam 2,8%, os brancos e nulos registram 7,9% e os indecisos aparecem com 9,2%.

Esses percentuais reforçam a possibilidade do pleito acontecer em dois turnos, a exemplo do que já havia indicado o levantamento do Datafolha realizado em 14 e 15 deste mesmo mês de agosto. Os dois institutos, Ibope e MDA/CNT também fazem simulações de segundo turno, etapa em que, se a eleição fosse hoje, a ex-senadora acreana apareceria liderando contra a presidente por um placar médio de 44,4% a 36,9%.

Transportando os números médios destas pesquisas para o modelo estatístico da Macrométrica, consultoria do ex-presidente do Banco Central, Chico Lopes, que faz projeções sobre resultados de eleições presidenciais, constata-se que Marina venceria a eleição com uma margem de 16 pontos de percentagem sobre Dilma, em votos válidos.

Com efeito, usando apenas os dados das próprias pesquisas do Ibope e do MDA/CNT, e valendo-se da suposição de que os votos brancos e nulos, no segundo turno, sejam fixados em 7% (percentual que é próximo dos 6,7% que as urnas registraram de votos brancos e nulos na eleição de 2010), Marina se sagraria vitoriosa com 58% dos votos válidos, contra 42% de Dilma.

Na eventualidade de o total de votos brancos e nulos aumentar no próximo pleito, para 9%, por exemplo, em função da pregação anti-política resultante das manifestações de junho do ano passado, a vitória de Marina sobre Dilma se daria praticamente pela mesma margem anterior.

Isso quer dizer que, mantida a proximidade das intenções de voto da ex-senadora em relação à votação de Dilma no primeiro turno, e dados os números da liderança de Marina no segundo turno, mesmo que haja incrementos na quantidade de votos brancos e nulos na eleição de outubro, ainda assim a probabilidade de Marina Silva ganhar o pleito para Dilma Rousseff é altíssima.

Por outro lado, as duas pesquisas em apreço revelaram que, se o segundo turno acontecesse hoje, e se os disputantes fossem Dilma e Aécio, a petista bateria o tucano por 42% a 34,2%, na média.

Aplicando o modelo da Macrométrica e este último resultado, Dilma venceria a eleição no segundo turno de forma apertada, por 51% a 49% dos votos válidos, considerando que os votos brancos e nulos sejam da ordem de 7%.

Este último resultado se explica pelas características do modelo empregado: a presidente cresceu do primeiro para o segundo turno apenas 7,9 pontos percentuais, ao passo que o ex-governador teve um acréscimo de 16,7 pontos. Quer dizer Dilma recebeu apenas 32% dos votos não comprometidos com as candidaturas dela e de Aécio, enquanto que o senador tucano levou 68% desses votos.

Os levantamentos recentes do Datafolha, do MDA/CNT e do Ibope deixam bem claro que Marina Silva muda completamente a panorâmica da eleição, depois de sua entrada no lugar de Eduardo Campos, exibindo desempenho eleitoral que a credencia como uma a alternativa real de poder.

Como essas pesquisas foram as primeiras levadas a efeito com seu nome no lugar de Eduardo Campos, paira a dúvida entre alguns analistas se esse desempenho seria meramente episódico, fruto apenas da comoção nacional derivada do precoce desaparecimento do ex-governador pernambucano. Fosse esse o caso, a privilegiada posição da ex-senadora entre os principais postulantes à presidência se sustentaria apenas enquanto perdurasse aquele sentimento.

As pesquisas vindouras certamente fornecerão maiores subsídios para análise mais aprofundada.

Por enquanto, está parecendo mesmo é que os números desfilados pela candidata pessebista são consistentes com sua história política e pessoal, com seu reccal oriundo da eleição de 2010 e, sobretudo, com sua identificação com os sentimentos expressos pela população brasileira nas inquietudes de junho do ano passado.

Mauricio Romao de terno e gravata

 

* Fonte/Autor: Por Maurício Romão  –  Maurício Costa Romão, Ph.D. em economia, é consultor da Contexto Estratégias Política e Institucional, e do Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau.

Eleições 2014/Pernambuco: Paulo Câmara; “Vamos ter o FEM SOCIAL…” *

Paulo Câmara vai
criar o FEM Social

 

 

Ajuda permitirá que as prefeituras invistam em áreas como educação, saúde e segurança, entre outras

 

Candidato diz que vai criar o FEM SOCIAL para apoiar os municípios pernambucanos

Candidato diz que vai criar o FEM SOCIAL para apoiar os municípios pernambucanos

Comprometido com a promoção de uma maior integração entre as políticas públicas desenvolvidas pelo Governo do Estado e as das prefeituras, o candidato da Frente Popular, Paulo Câmara (PSB), instituirá, a partir de 2015, o FEM Social. A ferramenta – inspirada no Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM), que destina recursos estaduais às gestões municipais para a realização de obras de infraestrutura – possibilitará que os serviços públicos funcionem com mais qualidade e alcancem um número maior de pernambucanos. A medida será gradativa, com um cronograma de implantação ao longo dos próximos quatro anos.

O FEM Social ajudará as prefeituras a desenvolverem iniciativas em áreas como educação, saúde, segurança, juventude e políticas de gênero, entre outras. O Governo comandará um estudo das demandas existentes nos municípios para poder ofertar parcerias específicas com cada um deles, melhorando, assim, a prestação de serviço local e a qualidade de vida da população beneficiada.

“Não vamos querer um serviço público diferenciado entre o do Estado e o que o município vai oferecer. Estaremos juntos, integrados; para que haja uma cadeia de desenvolvimento. Você ajudando os municípios na saúde, por exemplo, estará ajudando o Estado. A rede de alta e média complexidade, que é do Estado, estará mais controlada se a ação preventiva funcionar melhor”, exemplificou Paulo.

De acordo com o candidato, “não adianta ter uma educação de nível médio e fundamental de qualidade se o município não tem creche, não tem uma pré-escola adequada”. “Tudo isso é para estruturar, é para que a educação de Pernambuco seja integrada. Na saúde também. As ações preventivas são de responsabilidade dos municípios, então eles precisam de recursos para alcançar melhoras na área”, destacou Paulo.

Assim como o FEM da infraestrutura, a sua versão social disponibilizará recursos através da apresentação de projetos pelas prefeituras. E tudo isso de forma desburocratizada, por meio do modelo de repasse fundo a fundo. As administrações municipais precisarão indicar ao Governo do Estado o que pretendem realizar para melhorar em áreas como educação, saúde e segurança sem os entreves que são observados em outros tipos de convênios e parcerias entre diferentes entes da União. No entanto, dentro do padrão de gestão já desenvolvido pela máquina estadual.

“Os recursos estarão garantidos para que os municípios possam fazer políticas públicas sintonizadas com as políticas públicas do Estado. Vamos buscar uma máquina pública cada vez mais desburocratizada. Com recursos diretos que serão disponibilizados com programas e convênios, mas com uma burocracia menor em suas liberações”, pontuou Paulo.

O FEM tem apoiado os municípios pernambucanos, nos últimos dois anos, na implantação de projetos que permitam a retomada da realização de investimentos que ficaram impossibilitados devido ao atual momento de fragilidade das finanças municipais. Em cada uma de suas duas edições, a ferramenta liberou R$ 228 milhões aos municípios, que hoje conseguem exibir uma série de intervenções que ajudam a melhorar significativamente a vida de suas populações.

* Fonte: Assessoria de Imprensa do PSB

Movimento Cultural/Livros: Livro revela a história das pontes do Recife *

Livro revela a história das pontes do Recife

 

“Pontes do Recife: a construção da mobilidade”.

Autor: José Luiz da Mota Menezes

Pontes de Recife - Ponte da Boa Vista Vista (antiga)

Pontes de Recife – Ponte da Boa Vista Vista (antiga)

 

 

 

Construídas com materiais e estilos arquitetônicos diferentes, as pontes do Recife atraem olhares de turistas, estudantes, pesquisadores, arquitetos e da comunidade em geral. Além de cartões postais, essas construções constituem um rico acervo do patrimônio material de Pernambuco. No entanto, a literatura existente, retrata as pontes de maneira superficial, necessitando de uma pesquisa mais consistente e rica em informações e detalhes. Com base nessa carência, o pesquisador e arquiteto José Luiz Mota Menezes, que preside o Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano (IAHGP), lançou ontem (20), com incentivos do Governo do Estado, através da Fundarpe, o livro “Pontes do Recife: a construção da mobilidade”.

Com 73 páginas e um rico conteúdo, a publicação retrata a história das pontes da cidade, ressaltando os traços arquitetônicos, detalhes da construção, informações históricas, curiosidades e a importância para o crescimento econômico e cultural do Recife. O livro é ilustrado com imagens, mapas e desenhos antigos, além de fotografias atuais de diversas pontes do Recife, hoje consideradas patrimônio material do estado de Pernambuco.

O livro acompanha um CD com áudio-descrição, importante ferramenta de acessibilidade comunicacional para pessoas com deficiência visual. O lançamento do livro acessível no IAHGP integra-se às ações de promoção de acessibilidade cultural da instituição, visto que, seu museu já dispõe de plataforma elevatória, piso podotátil, guia balizadora, auditório e banheiros acessíveis e está finalizando a instalação da sinalização em braile de todo o acervo da exposição.

Para o autor, as pontes do Recife sempre representaram um papel essencial ao crescimento da cidade, desde sua parte mais antiga até a arquitetura moderna. Erguidas em estilos e épocas diferentes, as construções representam símbolos marcantes da história, tendo uma profunda identificação com o cotidiano da cidade.

O livro tem tiragem de mil exemplares, sendo 450 destinados à distribuição gratuita em escolas e bibliotecas públicas, universidades, Superintendência Estadual de Apoio à Pessoa com Deficiência (SEAD) e associações de pessoas com deficiência visual. O livro será vendido por R$ 25,00 nas livrarias.

Sobre o autor – Pesquisador e arquiteto por formação, José Luiz Mota Menezes é professor do Programa de Pós-Graduação em Arqueologia e Conservação do Patrimônio da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); é presidente do IAHGP e membro do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU). Tem vários livros e artigos publicados no Brasil e no exterior, como o Atlas Histórico e Cartográfico do Recife.

 

 

* Fonte: Secretaria de Cultura de Pernambuco/Fundarpe
Ilustração: Divulgação

Eleições 2014/Pernambuco: Paulo salta de 11% para 29% e encosta em Armando, diz Ibope/Globo *

 

Pesquisa Ibope/TV Globo traz

grande novidades: Paulo Câmara

tem agora 29% e encosta em

Armando Monteiro que cai pra 38%

 

 

 

montagem pesquisa PERNAMBUCO 08 14

 

 

Há 40 dias das eleições e depois de 15 dias da morte do ex-governador Eduardo Campos, o candidato do PSB ao governo do estado, Paulo Câmara, apresentou um crescimento considerável nas intenções de voto. Na segunda rodada da pesquisa Ibope/ TV Globo, divulgada nesta terça-feira (26), o socialista tem 29%. Antes, ele detinha 11%. O senador licenciado Armando Monteiro (PTB) tem 38% das intenções de voto. Ele tinha 43%.

O candidatos Jair Pedro (PSTU), Miguel Anacleto (PCB), Pantaleão (PCO) e Zé Gomes (PSol) aparecem com 1% cada. De acordo com o levantamento, 13% dos eleitores votariam em branco ou nulo e 13% não sabem ou não responderam.

O instituto também ouviu os eleitores sobre a disputa para o Senado. O candidato João Paulo (PT) tem 35% das intenções de voto e o seu principal adversário, Fernando Bezerra Coelho (PSB), 22%. Em relação aos números da primeira rodada de pesquisas do Ibope, o socialista também apresentou um crescimento. Antes, ele tinha 16% e o petista, 37%.

O Ibope ouviu 1.512 eleitores no estado entre os dias 23 e 26 deste mês. A margem de erro máxima é de três pontos para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) como PE-00019/2014.

Confira os números:

Intenções de voto (estimulada)

30 de julho 26 de agosto

Armando Monteiro (PTB) 43%   –  38%

Paulo Câmara (PSB) 11%  –   29%

Zé Gomes (PSol) 2% 1%
Jair Pedro (PSTU) 1% 1%
Miguel Anacleto (PCB) 1% 1%
Pantaleão (PCO) 1% 1%

Brancos e nulos 19% 13%
Indecisos 22% 16%

Rejeição

30 de julho 26 de agosto

Pantaleão 26% 32%
Zé Gomes 24% 33%
Jair Pedro 21% 24%

Paulo Câmara 20%  – 19%
Miguel Anacleto 19% 23%

Armando Monteiro 14%  – 17%
Poderiam votar em todos 15% 12%
Não souberam ou não responderam 35% 27%

Senado

30 de julho 26 de agosto

João Paulo (PT) 37%   –  35%

Fernando Bezerra Coelho (PSB) 16%   –  22%

Simone Fontana (PSTU) 3% 2%
Albanise Pires (PSol) 1% 1%
Oxis (PCB) 0% 1%

Brancos e nulos 17% 15%
Não sabe ou não respondeu 25% 24%

 

* Fonte: Ibope/Rede Globo -DP

Pernambuco/História: Agamenon Magalhães – “A política é a arte de engolir sapos” *

Agamenon Magalhães

 

 

Agamenon Sérgio de Godoy Magalhães, nasceu em 5/11/1894 e faleceu em 14/8/1952

Agamenon Sérgio de Godoy Magalhães, nasceu em 5/11/1894 e faleceu em 14/8/1952

“A política é a arte de engolir sapos”.

(Agamenon Magalhães)

…o ex-governador residiu na casa número 141, da rua da Amizade, vizinha à Praça do Entroncamento. E seus inimigos políticos passaram a chamar aquela rua de “rua do Ódio”.

Na madrugada do dia 24 de agosto de 1952, no entanto, aos 58 anos de idade, um enfarte fulminante tira a vida de Agamenon.

 

agamenon magalhaes foto pequena

 

  –  O professor, administrador e político Agamenon Magalhães, que não tinha medo de guerra nem de assombração, sempre costumava dizer:

  –  “O homem é mortal, eis tudo. Eis o limite do seu poder.”

 

No dia 5 de novembro de 1894, na antiga cidade de Vila Bela no sertão pernambucano, hoje Serra Talhada, nascia Agamenon Sérgio de Godoy Magalhães. Ele vinha de uma família de dez filhos, sendo quatro homens e seis mulheres. Era filho de Antônia de Godoy Magalhães e Sérgio Nunes de Magalhães, um juiz de Direito da Comarca de Jatobá de Tacaratu, futuro município de Petrolândia.

Após a promulgação da Lei Aúrea, mas ainda sob o impacto da Revolução Industrial, viviam-se os tempos das grandes oligarquias rurais e urbanas, da cultura dos bacharéis, onde o Brasil parecia mais um grande feudo, onde o poder se concentrava nas mãos de uma trindade deveras privilegiada: o juiz, o fazendeiro-coronel e o padre.

Tal poder, vale salientar, foi responsável por uma injustiça praticada contra a família Magalhães. O Dr. Sérgio havia assinado um pedido de habeas corpus em favor de Delmiro Gouveia, um industrial que preconizava a industrialização do Nordeste e tinha entrado em conflito com as oligarquias locais. O governador Segismundo Gonçalves, contrariado com tal pedido, colocou o juiz em disponibilidade, deixando-o, além do mais, com apenas uma terça parte dos seus vencimentos.

Diante do ocorrido, a família veio de mudança para o Recife. Na época, Agamenon tinha 11 anos de idade. Adolescente, ele vai estudar no Seminário de Olinda, tentando seguir a carreira eclesiástica, porém, lá não consegue permanecer mais que dois anos. Ingressa no Ginásio Pernambucano (situado à beira do rio Capibaribe, na rua da Aurora), e, depois, na Faculdade de Direito, bacharelando-se em Ciências Jurídicas e Sociais no ano de 1916.

Após a sua formatura em Direito, é nomeado promotor público da comarca de São Lourenço da Mata. Agamenon entra no Partido Republicano Democrata (PRD), elegendo-se deputado estadual em 1918. Aos 29 anos de idade (em 1922), o jovem bacharel passa em um concurso para a cátedra de Geografia e Corografia, no Colégio Estadual, apresentando a tese O Nordeste brasileiro (o habitat e a gens). Portanto, além de advogado ele se torna professor de Geografia, imprimindo a esta disciplina um aspecto mais humano e, renovando-a, por outro lado.

No começo do século XX, o Governo brasileiro construiu as ferrovias e a empresa Great Western, o maior símbolo do capital estrangeiro em todo o Nordeste, ficou a cargo da exploração do transporte de cargas e de passageiros. Naquela época, ninguém ousava questionar a soberania do referido truste inglês.

Em 1928, porém, o deputado Agamenon Magalhães denuncia, como extorsivo, o aumento das tarifas para os Estados de Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraíba e Alagoas, defendendo o direito dos consumidores recifenses. Tal acréscimo no preço do transporte, que o Governo brasileiro havia aprovado, contribuíra para elevar os preços de alguns produtos fundamentais da cesta básica da população: o bacalhau, a charque, o feijão e a farinha.

Agamenon inscreve-se em outro concurso público, desta vez, em Direito Internacional, faz as provas e volta a se classificar, tornando-se professor no mesmo lugar em que fora aluno: a Faculdade de Direito do Recife. Contando então com uma carreira profissional em plena ascensão, ele se casa, em 16 de junho de 1929, e tem três filhos.

No dia 3 de novembro de 1930, Getúlio Vargas assume o poder, substituindo uma Junta Militar formada pelos Generais Mena Barreto e Tasso Fragoso, além do Almirante Isaías Noronha. Defendendo o sistema parlamentarista, Agamenon participa da Constituição de 1933. Quando a Constituição de 1934 é promulgada, Getúlio o convida para assumir o cargo de Ministro do Trabalho.

Naquela época, cabe salientar, o cenário político se apresentava bastante efervescente, e as oligarquias rurais assinalavam os rumos do País com punhos de ferro.

Leia Íntegra:

http://goo.gl/85yKK0

* Fonte: Portal ONordeste – pesquisaescolar@fundaj.gov.br 

Eleições 2014/Pernambuco: Candidato Paulo leva sua campanha ao Alto José do Pinho *

 

 

Caminhada no Alto José

do Pinho arrasta multidão

 

Candidato Paulo no alto José do Pinho - Recife

Candidato Paulo no alto José do Pinho – Recife

 
(Veja a AGENDA do candidato para essa terça-feira, 26)

 

Um dos focos da resistência cultural pernambucana, o Alto José do Pinho recebeu nesta segunda-feira (25) o candidato ao Governo Estadual Paulo Câmara (PSB), com muita festa, alegria e música. Cerca de três mil pessoas participaram da caminhada realizada na comunidade, mostrando que a campanha da Frente Popular vem crescendo no coração do pernambucano. “Temos visto, nos eventos que temos participado, que cada vez mais o reconhecimento da nossa candidatura e do nosso nome tem crescido, assim como a convicção da nossa vitória. As pessoas tem mostrado que o que o povo quer é avançar no trabalho iniciado pelo ex-governador Eduardo Campos“, avaliou Paulo.

O candidato avaliou que o crescimento de sua candidatura é evidente e que até a chapa de oposição já se deu conta. “Nossos adversários estão ficando nervosos. Eles sabem que a virada começou, que acabou a brincadeira”, apontou o socialista.

Povo recepciona o candidato. Um novo alento para a Frente Popular

Povo recepciona o candidato. Um novo alento para a Frente Popular

Paulo foi acompanhado no evento pelo companheiro de chapa Fernando Bezerra Coelho, que disputa o Senado, e pelo prefeito do Recife, Geraldo Julio (ambos do PSB). “Quero renovar diante de vocês o meu compromisso com o Recife. A partir de 2015, vamos continuar e ampliar as parcerias com Geraldo, para que nossa Capital tenha cada vez mais desenvolvimento e qualidade de vida”, garantiu Paulo.

Por todo o trajeto da caminhada, os moradores do Alto procuravam Paulo, para dar um abraço, tirar uma foto ou declarar seu apoio. “Meu voto está escolhido faz tempo, mas eu queria era ver você pessoalmente. Agora, eu estou feliz. Agora, eu conheci Paulo”, comemorou Ladjane de Almeida, cozinheira, depois de abraçar o socialista no portão de sua casa.

AGENDA PAULO CÂMARA – Terça-feira, 26 de agosto

 

 

8h – Gravação do Guia Eleitoral

Local: Urso Filmes

 

 

16h – Caminhada em Santo Amaro

Local: Comunidade do Chié

 

19h – Sabatina da Associação dos Blogueiros do Estado de Pernambuco – AblogPE

Local: Sede da Ablog, localizada na Rua da Aurora, 295, Edifício São Cristóvão, Boa Vista.

* Fonte: Assessoria de Imprensa do PSB